Abertura da colheita do arroz 2019 destacará a inovação tecnológica

Publicado em 17/12/2018 por Agro em Dia

A inovação tecnológica será o destaque da abertura oficial da colheita do arroz 2019, de acordo com a Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz). Com isso, a entidade pretende incentivar a busca de alternativas que ajudem o produtor a obter maior produtividade em suas lavouras.
Segundo o presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, o evento – maior do setor na América Latina – é o momento indicado para aproximar os orizicultores da inovação, da tecnologia de ponta, da diversificação e da informação.
A 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz ocorrerá de 20 a 22 de fevereiro, na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS), com o tema “Matriz Produtiva: Atividade Diversificada, Renda Ampliada”.
O coordenador regional do Irga na Zona Sul, André Matos, e a equipe de extensionistas da instituição estão ajudando na organização do evento.
Entre as novidades a serem apresentadas na 29ª edição do evento, estarão produtos desenvolvidos pela Embrapa e Instituto Riograndense do Arroz (Irga).
Como o tema enfatizará a diversificação de culturas, foi criado um espaço adicional com tecnologias voltadas à integração lavoura-pecuária. Nele, será mostrada uma coleção com nove diferentes espécies forrageiras de verão para os produtores que desenvolvem integração lavoura-pecuária ou atividade leiteira ou apenas pecuária de corte.
“São duas cultivares de capim elefante e outras forrageiras da classe dos panicuns. Um dos destaques é a BRS Estribo, um tipo de capim-sudão que tem um período de pastejo bem superior ao milheto comum. Neste espaço, será possível acompanhar o manejo de animais nestes tipos de forrageiras”, diz Giovani Theisen, pesquisador da Embrapa.
Ele adianta ainda que na parte do arroz serão mostradas as cultivares BRS Pampa CL, a Pampeira, e a BRS 701, que são os últimos materiais lançados pela Embrapa. Theisen acrescenta também que será apresentada uma cultivar de soja, a BRS 6203 RR, de ciclo médio e com uma boa capacidade produtiva.
“Ainda dentro do espaço da Embrapa, mostraremos uma técnica de drenagem de solo com camaleões largos, que possibilita fazer plantio direto nos locais onde o arroz não entra, geralmente em áreas baixas que ficam encharcadas’, assinala Theisen.
A 29ª Abertura Oficial da Colheita é uma realização da Federarroz, com apoio apoia da Embrapa e patrocínio do Irga.