Bombeiro relata buscas a piloto de avião encontrado com vida após queda

Publicado em 08/11/2018 por A Gazeta - MT

O tenente Fonseca, do Corpo de Bombeiros, relatou como foram as buscas pelo piloto Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que ficou desaparecido por 3 dias depois de seu avião cair em uma região de Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá).

 

Leia também - Piloto que caiu e foi encontrado vivo usou GPS para achar rio

 

O piloto foi encontrado com vida nesta quarta-feira (7), a cerca de 2,4 mil metros do local em que o avião caiu. Maicon estava próximo a um córrego, de onde bebeu água durante os dias em que esteve desaparecido. Ele tinha queimaduras, arranhões e machucados nos pés. 

 

De acordo com o relato do militar, no dia do acidente o avião voava baixo e caiu devido a uma pane seca. Com a queda, iniciou-se um incêndio na aeronave, que queimou as mãos, os braços e as faces do piloto. 

 

"Usando o celular ele viu que a estrada estava perto, mas a bússola indicava um caminho reto pela floresta. Quando tentou caminhar ele encontrou dificuldade porque é impossível fazer o deslocamento em linha reta, já que é preciso fazer curvas, contornar árvores e cipós. Nessas voltas ele se perdeu, não encontrou a estrada e andou muito mais do que esperava andar", disse Fonseca. 

 

O acidente foi testemunhado por um agricultor que estava mais ou menos 500 metros do local da queda, arando a terra. Ele viu o momento em que avião desceu rapidamente e não subiu. O trabalhador foi até uma fazenda próxima e avisou na sede para chamar o socorro. O chamado ao Corpo de Bombeiros, no entanto, aconteceu apenas na manhã de segunda-feira (5). 

 

Depois de dias de buscas com a ajuda de um grupo de 30 trabalhadores de uma fazenda próxima, bem como da Polícia Militar, encontraram Maicon próximo ao córrego. Ele teve dificuldades em ouvir os chamados pois continuou com seu capacete de voo para se proteger de espinhos. Durante os dias desaparecido ele comeu algumas bolachas que levava consigo.

 

"A 200 metros do local em que ele foi encontrado havia uma clareira para onde ele foi transportado em uma maca improvisada. Nesse local foi onde o veículo chegou, uma caminhonete particular, que o transportou até o distrito de União do Norte. Lá uma unidade de resgate do município de Peixoto de Azevedo fez os atendimentos, fez os primeiros socorros nos ferimentos e aplicou soro", relatou o militar.

 

Maicon pilotava a aeronave modelo Neiva EMB-201A no último domingo (4) quando sofreu o acidente. O avião ficou totalmente destruído pelas chamas. 

 

A aeronave enquadrada na categoria de serviços especializado agrícola. No entanto, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro, o avião estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) cancelado. O procedimento não havia sido renovado desde setembro de 2010.