Dow Jones tem melhor pregão em um mês

Publicado em 10/07/2018 por Valor Online

Dow Jones tem melhor pregão em um mês

O otimismo com a temporada de balanços que começa nesta semana e a sensação de arrefecimento nas tensões comerciais entre Estados Unidos e China abriram caminho para que as ações globais escalassem ontem a máximas não vistas em três semanas. A subida foi puxada por Wall Street, com o índice Dow Jones em alta de mais de 1%, no melhor pregão em um mês.

O Dow Jones subiu 1,31%, aos 24.776,59 pontos - melhor dia desde 6 de junho (1,40%). O índice S&P 500 fechou em alta de 0,88%, aos 2.784,17 pontos, na sessão mais forte desde 1º de junho (1,08%). E o Nasdaq Composto teve ganho também de 0,88%, aos 7.756,20 pontos.

O índice S&P para o setor financeiro subiu 2,32%, no melhor dia desde o fim de março, com ações de bancos na dianteira. Wells Fargo, Citigroup e J.P. Morgan reportam seus balanços do segundo trimestre na próxima sexta, marcando o início extraoficial da temporada de divulgações de resultados corporativos. A expectativa é que a economia robusta e um acelerado movimento de recompra de ações ("buyback") por parte dos próprios bancos mantenham os papéis do setor em alta.

O setor financeiro teve como suporte extra o aumento dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano (Treasuries). O juro do papel de dez anos subiu para 2,860% ao ano (de 2,831%, na sexta-feira), maior patamar em mais de duas semanas. Já o dólar ficou perto da estabilidade de modo geral, mas ganhou terreno frente à libra esterlina e à lira turca.

Nas commodities, o petróleo negociado em Nova York e com vencimento em agosto teve leve alta de 0,07%, a US$ 73,85. Em Londres, o Brent para setembro encerrou com ganho de 1,24%, a US$ 78,07. E o ouro para agosto subiu 0,30%, a US$ 1.259,60 a onça-troy, nas máximas em duas semanas. (Com agências internacionais)