"Ela sabe o caminho da roça", dizem deputados sobre Tereza Cristina

Publicado em 08/11/2018 por Correio do Estado

FUTURA MINISTRA DA AGRICULTURA

"Ela sabe o caminho da roça", dizem deputados sobre Tereza Cristina

Deputada assumirá Ministério da Agricultura

Parlamentares da Assembleia Legislativa parabenizaram a escolha do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ao indicar o nome da deputada federal reeleita Tereza Cristina (DEM) para assumir o Ministério da Agricultura. 

O correligionário de Tereza, deputado Zé Teixeira (DEM) declarou que está muito satisfeito com a indicação e que "ela sabe o caminho da roça". "É uma pessoa muito fácil de lidar, afável, muito inteligente e entende o setor de cor", declarou o parlamentar. 

Durante a sessão desta quinta- feira na Assembleia Legislativa, deputados usaram a tribuna e cobriram a nova ministra de elogios. "Ela é de uma simplicidade, ela não ostenta. O conhecimento que ela tem, a vocação no agronegócio é algo especial. Atual presidente teve sabedoria em receber alguém da envergadura da Tereza. Nosso país que ganha com isso", Rinaldo Modesto (PSDB) reforçou os elogios ao usar a tribuna.

O deputado Maurício Picarelli (PSDB) também parabenizou a parlamentar. "Ela é líder de uma das bancadas mais expressivas que é a ruralista e nosso estado vai se engrandecer com a escolha da Tereza", declarou Picarelli. 

Além de ter sido escolhida por Bolsonaro, a própria bancada indicou o nome de Tereza Cristina para assumir o ministério. "Ela tem o apoio de todos, tanto do presidente como da bancada e ela vai facilitar os trâmites das matérias e vai ter um olhar diferente para o estado, ainda mais nessa pasta tão importante em que gira boa parte da economia do MS", comemorou Borges. 

O deputado Lidio Lopes (Patriotas) lembrou da última indicação de Michel Temer (MDB) em que o presidente escolheu o nome do deputado carlos Marun (MDB) para compor a Secretaria de Governo. "Me sinto honrado em ser cidadão sul-mato-grossense, nosso estado tem pessoas competentes, dignas e sérias para representar nosso estado no cenário federal", declarou. 

A deputada federal reeleita deixa a cadeira para o primeiro suplente da coligação, deputado Geraldo Resende (PSDB), porém o parlamentar adiantou a possibilidade de fazer parte da secretaria do governador do estado Reinaldo Azambuja (PSDB). Se isso acontecer, a ex primeira dama Bia Cavassa (PSDB) assume a câmara no lugar de Tereza.

A nova ministra da agricultura atuou por oito anos a secretaria estadual de desenvolvimento e se reelegeu como deputada federal com mais de 75 mil votos.