Exportações gaúchas mostram crescimento consistente

Publicado em 12/04/2018 por Jornal do Comércio - RS

As exportações do Rio Grande do Sul tiveram um forte crescimento em março de 2018, na comparação com o mesmo mês do ano passado: 19%, fechando em um total de US$ 1,56 bilhão. A análise desagregada mostra que as commodities, influenciadas pelo desempenho da soja ( 45,7%), teve alta de 36,7%, ao somarem US$ 432 milhões.
O resultado quebra o recorde para o período, que era de US$ 315,6 milhões, de 2017. "A escalada da guerra comercial entre Estados Unidos e China pode, por um lado, refrear o crescimento econômico mundial e, consequentemente, arrefecer a demanda externa por nossos produtos. Por outro lado, esse efeito pode ser parcialmente contrabalançado pelo aumento das exportações de alguns setores para os quais devem valer as sobretaxas, como carnes, vinhos e produtos químicos", diz o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilberto Petry, ao analisar os números da balança comercial. O valor embarcado foi o mais alto para o mês de toda a série histórica, iniciada em 1996.
Na indústria de transformação, as vendas externas no terceiro mês do ano alcançaram US$ 1,12 bilhão, 13,6% a mais nessa base de comparação, o melhor resultado desde 2013 (US$ 1,14 bilhão). O desempenho do segmento exportador industrial gaúcho só não foi melhor porque março de 2018 contou com dois dias úteis a menos, 21.