FAS reforça resgate de pessoas em situação de rua a partir da noite desta quarta

Publicado em 08/08/2018 por Bem Paraná

SMCS

Com a previsão de queda das temperaturas a partir da noite desta quarta-feira (8/8), em função de uma nova frente fria que chega ao Paraná, a Fundação de Ação Social (FAS) volta a reforçar a estrutura para abordagem social e acolhimento da população em situação de rua.

A ação intensificada faz parte da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe e tem o objetivo de garantir a integridade dessas pessoas e fazer com que elas aceitem ser acolhidas nas unidades da Prefeitura, onde podem fazer a higiene, se alimentar e dormir em camas quentes.

Das 18 às 23 horas, sete equipes estarão nas ruas dando suporte à Central de Abordagem Social, que atende as demandas de toda a cidade 24 horas por dia. A medida será adotada todas as noites em que a temperatura for igual ou menor a 9ºC.

A diretora de Atenção à População em Situação de Rua da FAS, Maria Alice Erthal, explica que a ação intensificada contará com 14 educadores sociais distribuídos em sete kombis.

Uma dupla de técnicos por veículo vai percorrer os bairros das administrações regionais Santa Felicidade, CIC, Pinheirinho, Tatuquara, Cajuru, Boa Vista, Bairro Novo e Boqueirão. Devido a maior concentração de pessoas em condição de rua, as regionais Matriz e Portão terão equipes exclusivas.

Quem aceitar o convite dos educadores para pernoitar nas unidades de acolhimento, será levado para as casas de passagem Jardim Botânico, Rebouças, Bairro Novo ou Plínio Tourinho. Caso seja necessário, as pessoas poderão ser levadas para unidades conveniadas. Ao todo, a Prefeitura oferta 1.188 vagas de acolhimento para pessoas em situação de rua em 18 unidades, sendo 12 oficiais e seis conveniadas.

Nessas unidades, além de camas para dormir e acesso a banho quente, os acolhidos recebem agasalhos e alimentação, na chegada e na saída, no início da manhã.

Todos têm direito a levar seus pertences em bolsas ou mochilas e também os animais de estimação. Os pets são transportados em veículos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente para as unidades Jardim Botânico ou Bairro Novo, com estrutura de abrigo e alimentação para eles.