Ibovespa segue cena externa e sobe mais de 1% com Vale e siderúrgicas

Publicado em 03/12/2018 por Valor Online

SÃO PAULO  -  O Ibovespa iniciou o mês com forte desempenho positivo e já renovou suas máximas intradiárias, acompanhando o otimismo global em relação à trégua comercial firmada entre os governos dos Estados Unidos e da China. Com a menor percepção de risco, papéis de empresas ligados ao cenário externo, como Vale, siderúrgicas e Petrobras, avançam com intensidade e puxam o índice para cima.

Às 10h36, o Ibovespa avançava 1,64%, aos 90.969 pontos, após atingir os 91.242 pontos no melhor momento do dia (+1,94%), nova máxima intradiária histórica - o recorde anterior, registrado na última sexta-feira, foi de 90.245 pontos.

Com a redução ao menos temporária das tensões comerciais entre EUA e China, também diminui a percepção de risco em relação a uma possível desaceleração acentuada da economia chinesa. Assim, empresas que são mais dependentes da demanda da China - em especial, mineradoras e siderúrgicas - avançam firmemente e aparecem entre as maiores altas do dia. É o caso de Gerdau PN (4,52%), Usiminas PNA (4,06%), Vale ON (4,53%) e CSN ON (3,95%).

O tom amplamente positivo dos mercados globais, somado à recuperação do preço do petróleo e de outras commodities, também dá forças à Petrobras PN (3,81%) e Petrobras ON (4,05%). Papéis de liquidez elevadas, como os bancos, pegam carona no otimismo externo, com destaque para as units do Santander Brasil (2,29%), BB ON (1,39%), Bradesco PN (0,44%) e Itaú PN (0,60%).

Poucos papéis do Ibovespa apresentam desempenho negativo nesta manhã, como Ambev ON (-1,36%) e Smiles ON (-1,13%).