Piloto que caiu e foi encontrado vivo usou GPS para achar rio

Publicado em 08/11/2018 por A Gazeta - MT

O piloto Maicon Semencio Esteves, 27, que desapareceu após a queda da aeronave agrícola em que estava no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo (691 km ao norte de Cuiabá), no último domingo (4), usou GPS para achar rio e ajuda.

 

A família da vítima contou que ele queimou os braços e o rosto ao sair da aeronave incendiada logo após a queda. Por enquanto, o estado de saúde dele é considerado estável.

Leia também - Piloto é encontrado vivo em floresta 3 dias após queda de avião

 

O piloto foi encontrado vivo na tarde de quarta-feira (7). A informação foi confirmada pelo tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Gildázio Alves da Silva.

 

Maicon foi localizado por moradores da região rural. Equipe de resgate prestou os primeiros-socorros. Imagens mostram Maicon abatido e com queimaduras no rosto e braços, porém, os bombeiros afirmam que o estado de saúde do piloto é estável.

De acordo com os bombeiros, o piloto andou em círculos para achar resgate após a queda do avião.

Maicon pilotava a aeronave modelo Neiva EMB-201A no último domingo (4) quando sofreu o acidente. Testemunha que trabalhava em uma propriedade próxima relatou que estava gradeando com um trator quando a aeronave caiu. O avião ficou totalmente destruído pelas chamas.

A aeronave enquadrada na categoria de serviços especializado agrícola. No entanto, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro, o avião estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) cancelado. O procedimento não havia sido renovado desde setembro de 2010.

 

(Com informações do RPC Londrina)