Previdência: Aprosoja é contra taxação sobre exportações do agronegócio

Publicado em 05/07/2019 por Canal Rural

Segundo a entidade, tributar o setor deve reduzir a competitividade de produtos agrícolas, condenar o país à recessão e muitos brasileiros ao desemprego
A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) defendeu na manhã desta quinta-feira, dia 4, a retirada no texto da Reforma da Previdência do trecho que cria uma tributação previdenciária sobre as exportações agrícolas e que derruba a possibilidade de perdão do passivo do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).
Em comunicado, a entidade afirma que apoia a aprovação da Reforma da Previdência ‘para permitir que o país possa corrigir graves distorções que inviabilizam a retomada de investimentos para o incremento de emprego e renda para os brasileiros’, no entanto reiterou que é contra a oneração do setor agrícola.
“A Aprosoja Brasil é contrária à tentativa de impedir que os produtores de soja e as demais entidades representativas do setor produtivo busquem soluções para o passivo do Funrural, um problema real e que precisa ser resolvido”, informou.
De acordo com a associação, é importante que se retire do texto essa vedação do perdão das dívidas do Funrural para permitir que haja equilíbrio econômico para produtores rural. 
“A produção de alimentos, principalmente a cadeia de grãos e carnes, é o motor de nossa economia. Tributar os setores responsáveis por este desempenho, reduzindo sua competitividade, é condenar o país à recessão e muitos brasileiros ao desemprego”, enfatizou a entidade.