Qualidade na criação de suínos eleva PIB brasileiro

Publicado em 20/02/2020 por Canal Rural

Confira a granja no extremo oeste catarinense que exporta 70% do que produz e aloja mais de 500 reprodutoras
A pecuária continua expandindo o PIB do agronegócio brasileiro. Uma pesquisa do Centro de Estudos Avançados em economia Aplicada (Cepea/USP) e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) mostram que, entre janeiro e novembro de 2019, houve alta de 17,19% no segmento pecuário. Já a atividade agrícola caiu 4,12% no mesmo período, fazendo com que o total do PIB do agronegócio fosse de 2,4%.
Um dos motivos desse desempenho positivo da pecuária é a qualidade do trabalho na criação de suínos, cada vez mais moderna. A equipe do Ligados & Integrados visitou uma granja de matrizes no extremo oeste de Santa Catarina, uma região que exporta 70% do que produz com alto valor agregado e onde o alojamento de reprodutoras é realizado seguindo padrões internacionais.
O produtor Ronei Terhorst afirma que todas as novas granjas devem respeitar as leis internacionais. “O que compreende fêmeas que não ficam 100% presas, área de espaços adequados, água à vontade e sistema de climatização para a ambiência mais controlada”, diz.
Já o supervisor agropecuário Rafael Bourscheidt, diz que a empresa preconiza que todas as granjas novas ou que passem por ampliações sejam nesse formato, principalmente para atender ao mercado consumidor. “Esse padrão facilita também o comércio com outros países que buscam alternativas na hora da negociação”, conclui.