Safrinha de MS deve ter queda de 29,7% na produção

Publicado em 13/06/2018 por Correio do Estado

CONAB

Safrinha de MS deve ter queda de 29,7% na produção

Previsão é de que sejam colhidos 6,7 milhões de toneladas de milho

Produção do milho safrinha em Mato Grosso do Sul terá queda de 29,7%, recuando de 9,6 milhões para 6,7 milhões de toneladas, de acordo com o 9º Levantamento de Safra divulgado ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Também foi projetada redução de produtividade para o cereal no Estado, saindo de 5.460 quilos por hectare para 4.000 quilos por hectare, uma diferença de 26,7% a menos em relação à safra anterior. O recuo na área plantada do safrinha está estimado em 4%, passando de 1,7 milhão de hectares para 1,6 milhão de hectares.

No entanto, os preços elevados para a saca do milho em MS, puxados pelo dólar valorizado e pela exportação, devem minimizar um pouco o prejuízo dos produtores.

De acordo com análise da Conab, a redução da área plantada no Estado em relação à safra passada teve como causas o atraso no plantio e os preços desfavoráveis durante o planejamento do cultivo. Com o atraso no plantio da cultura da soja em decorrência da falta de chuvas em outubro, houve um deslocamento na janela de plantio da leguminosa. Isso, atrelado ao excesso de chuvas na colheita da soja, condicionou o deslocamento da janela de plantio do milho segunda safra.

* Leia a reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.