Setor de carnes da Argentina contesta limites de exportação e fala em greve

Publicado em 31/08/2021 por Por Agência Safras

Os principais sindicatos pecuários da Argentina se opuseram à prorrogação do bloqueio das exportações de carnes até novembro, ordenada pelo governo nacional, e estão analisando medidas de força.

As entidades ligadas à Confederação Intercooperativa Agropecuária Limitada (Coninagro) explicaram que devem avaliar os passos a seguir e não descartam uma paralisação geral das atividades. ?Eles nos levam a realizar ações que não gostaríamos de realizar. Junto com nosso Conselho, vamos tomar a decisão, considerando os prejuízos a toda a cadeia?.

Além disso, o diretor do Coninagro, Nicolás Pino, disse que o presidente Alberto Fernández havia prometido que liberaria as exportações assim que o preço da carne nos balcões se estabilizasse. ?Respeitamos a promessa de Alberto Fernández, mas a palavra do presidente não surtiu efeito?, queixou-se o ruralista.

Por sua vez, Horacio Salaverri, da Confederação das Associações Rurais de Buenos Aires e La Pampa (CARBAP), indicou que ?realmente o nível de improvisação e inexperiência deste governo é alarmante?, ao mesmo tempo em que sugere que ?vai nos levar para a mesma bagunça que eles fizeram de 2006 a 2012 ?.