Administração Municipal inicia revitalização da Praça Pedro Storti

Publicado em 12/10/2017 por Folha Regional

Murutinga do Sul - Depois de uma devastação sem precedentes, a Administração Gilson Pimentel e Neide Viola inicia uma revitalização da Praça Pedro Storti. Atendendo ao pedido da vereadora e psicóloga Luciana Duarte o biólogo Alessandro Pacheco Nunes que é Doutor em Ecologia aceitou o convite para participar do projeto de revitalização da praça como coordenador voluntário.

Desde então tem sido efetuadas ações para mudar o cenário da praça que há tanto tempo foi esquecida. Para compor o cenário da praça várias intervenções estão sendo feitas e a primeira delas foi remover as árvores mortas, um total de 13, devido às podas drásticas ocorridas. No espaço deixado por essas árvores serão plantadas espécies arbóreas diversas para recompor a vegetação. Circundando a fonte, tais como guardiãs da praça serão plantadas 15 palmeiras-imperiais da espécie Roystonea oleracea, sendo pelo menos duas em cada canteiro, tendo cada árvore, um pouco mais de 5 metros de altura (contando da base até o ápice da folha).

A palmeira-imperial é uma árvore que pode atingir, quando adulta, uma altura que varia de 30 a 40 metros. Quando adulta, produz cachos de frutos de até 1,5 metros de comprimento que são muito procurados e apreciados pelas aves, dentre elas, tucanos, periquitos e sanhaçus. É considerado um símbolo da aristocracia no Brasil, pois a primeira palmeira-imperial plantada no Jardim Botânico do Rio de Janeiro em 1809, foi pelo então príncipe regente Dom João VI. Desta forma, possivelmente todas as palmeiras-imperiais existentes no Brasil são descendentes desta primeira palmeira que recebeu o nome de Palma Mater.

No Brasil esta palmeira recebeu o nome popular de ?imperial? por estar de certa forma relacionada à monarquia e aristocracia. É uma planta original das Antilhas (ilhas do Caribe na América Central). Seu porte majestoso a torna ideal para ornamentar avenidas, parques, prédios públicos e praças. As plantas adquiridas no próprio município de Murutinga do Sul foram cuidadosamente selecionadas e removidas para que se adaptem o mais rápido possível ao local.

Onde serão diariamente regadas e cuidadas pelo zeloso Sr. Paulo para que se desenvolvam e embelezem a praça. Posteriormente será dado prosseguimento a uma segunda fase do projeto de revitalização da praça, quando serão plantadas espécies arbóreas selecionadas para substituir as figueiras mortas e podres que foram arrancadas. Também será feito o paisagismo dos canteiros com espécies herbáceas e arbustivas apropriadas e adaptadas a esse tipo de cenário.