Meirelles diz que PIB mostra que Brasil segue trajetória de crescimento

Publicado em 03/12/2017 por O Estado do Maranhão

Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, diz que o resultado do Produto Interno Bruto (PIB, a soma de todas as riquezas produzidas no país), apesar de baixo, "mostra que o Brasil segue uma trajetória de crescimento". Pelo Twitter, o ministro afirma ainda que o avanço no investimento "mostra otimismo em relação ao futuro". O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, que também comentou os resultados na rede social, diz que a recuperação da economia está consolidada.

Os dados das contas trimestrais referentes ao terceiro trimestre do ano foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB fechou o terceiro trimestre de 2017 com alta de 0,1% na comparação com o segundo trimestre, na série ajustada sazonalmente. Foi a terceira alta consecutiva. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, o crescimento do PIB foi de 1,4%.

De acordo com Meirelles, o crescimento do PIB entre julho e setembro, de 0,1% "pode parecer baixo, mas é forte se analisado por setores. Sem a agricultura, que caiu por razões sazonais, o crescimento foi de 1,1%". O ministro destaca ainda que o avanço acumulado no ano até setembro é de 0,6%, "número que já supera a previsão inicial dos economistas para 2017".

Além disso, ressalta que a produção das fábricas instaladas no país cresceu 0,8% entre julho e setembro. As empresas de transformação, por exemplo, registraram no período um crescimento de 1,4%. "O investimento cresceu 1,6% no 3º trimestre. Foi o primeiro resultado positivo após 15 trimestres seguidos de queda. O avanço mostra otimismo em relação ao futuro", diz Meirelles.

Crescimento

De acordo com o IBGE, com o resultado do terceiro trimestre do ano, o PIB - em valores correntes - atingiu R$ 1,641 trilhão no acumulado do ano, sendo R$ 1,416 bilhão referente ao valor adicionado e R$ 225,8 bilhões dos impostos sobre produtos líquidos de subsídios.

Com o resultado divulgado hoje, o PIB fecha os primeiros nove meses do ano com um crescimento acumulado de 0,6%, em relação a igual período de 2016.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.