Bitcoin foi parar no palco: banda é criada no Japão em homenagem a moedas digitais

Publicado em 12/01/2018 por O Globo

TÓQUIO - A moda do bitcoin chegou ao cenário musical: a banda de pop Kasotsuka Shojo ("Virtual Currency Girls" ou as "Meninas das Moedas Digitais"), fez sua primeira apresentação nesta sexta-feira em Tóquio. A ideia é contribuir para a educação no uso das criptomoedas, segundo a agência Academia Cinderela, responsável pelo lançamento do grupo.

São oito cantoras, que usam máscaras com referências às moedas digitais - não só bitcoin, mas também ethereum e ripple, por exemplo -, além de fantasias que lembram uniformes de empregadas domésticas, populares na cultura pop japonesa, entre personagens de quadrinhos e animação.

VEJA TAMBÉM:

Entenda o que é o bitcoin

Bitcoin: cinco pontos para entender a disparada da moeda virtual

Dogecoin, moeda digital criada como piada, dispara e já negocia mais de US$ 2 bilhões

- Nossos cérebros estão fritos de tanto que estamos estudando sobre moedas virtuais - afirmou Rara Naruse, de 18 anos, líder do grupo.

Segundo ela, a banda quer, através do entretenimento, promover a ideia de que as moedas virtuais não são apenas instrumentos para a especulação, mas "uma tecnologia maravilhosa". Uma das músicas, chamada de "A lua e as moedas virtuais e eu", alerta contra operações fraudulentas e orienta que as pessoas se certifiquem de sua segurança on-line.

Máscaras com nomes das moedas digitais. Foto: Kazuhiro Nogi/AFP

O bitcoin é uma moeda digital que não está sujeita a regulações de nenhum governo ou banco central. As transações são feitas digitalmente, sem nenhum banco intermediar. Como o dinheiro em espécie, o bitcoin permite que os usuários gastem ou recebam os recursos de forma anônima, ou em grande parte anônima, através da internet. Milhares de computadores no mundo validam transações e adicionam novos bitcoins ao sistema. Existem outras moedas digitais, mas o bitcoin é a mais popular.

PAGAMENTO DE SHOWS EM MOEDAS DIGITAIS

Todo o pagamento se dá em moedas digitais: tanto o ingresso para os futuros shows, as fotos com as cantoras e até mesmo o salário das cantoras.

- Eu negocio ações, mas não bitcoin ou outras moedas virtuais porque estava com um pouco de medo disso. Mas agora acho que vou abrir uma conta

O Japão é um dos principais mercados do bitcoin: quase um terço das transações realizadas em dezembro com bitcoin usaram ienes, segundo o site jpbitcoin.com.

LEIA MAIS:

Lojas já aceitam pagamento em bitcoin, mas poucos clientes usam

As notícias de economia mais buscadas pelos internautas em 2017

Febre de bitcoins cria uma nova indústria de mineradores