Boas perspectivas

Publicado em 06/12/2017 por O Fluminense

A festa de réveillon em Niterói já é um evento que ultrapassa os limites da cidade. Acompanhada por milhares de niteroienses que assistem à queima de fogos e os shows comemorativos à chegada de um novo ano, o espetáculo pirotécnico também é atração turística. 

Prova disso é a estimativa da prefeitura quanto à ocupação na rede hoteleira no fim de ano. Segundo os cálculos da administração, a cidade deve receber cerca de 1,5 milhão de turistas na virada para o ano novo, o que é muito bom para a economia do município. 

E não é difícil que isso aconteça: a cidade oferece condições mais tranquilas para a passagem de ano, com hotéis de qualidade, conforto, vista deslumbrante da Baía de 
Guanabara em muitos casos, e ainda restaurantes e clubes com festas bem produzidas e eventos movimentados. Quem ganha com tudo isso? Todo mundo, principalmente o comércio e a arrecadação municipal. É com esse dinheiro que os empresários vão ampliar seus negócios, gerar mais empregos e a municipalidade vai investir em obras. 

Uma cidade estagnada não cresce, não evolui, míngua e não oferece boas condições de vida a seus moradores, condições essas que passam pela saúde, educação, segurança, limpeza, assistência social, mobilidade urbana e pagamento de seus servidores públicos, para elencar apenas alguns dos principais itens. 

O turismo é uma das melhores indústrias para fazer a cidade crescer e melhorar as condições de vida de seus habitantes. Investir nele é tacada certeira.