Chegada de candidatos para provas de concursos lota rede hoteleira de Macapá - Diário do Amapá

Publicado em 02/12/2018 por Diário do Amapá

No dia 2 de dezembro a expectativa é de que mais 64 mil pessoas participem dos concursos para o Grupo de Gestão Governamental e para Oficiais de Saúde da PM

Boa parte dos candidatos que estão participando dos quatro concursos públicos promovidos pelo Governo do Estado do Amapá, neste final de ano, veio de outros estados brasileiros para a aplicação do teste. A realização das provas está ocorrendo em três finais de semana seguidos, movimentando o turismo e a economia local, sobretudo, no setor hoteleiro.

O secretário de Estado do Turismo, Vicente Cruz, confirma que houve um aumento na demanda dos estabelecimentos do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). "O fluxo de pessoas aumentou na cidade com a chegada desses concursos públicos, e consequentemente, todos os estabelecimentos inscritos no Cadastur apresentaram um aumento na demanda", evidenciou.

O proprietário de um dos hotéis mais requisitados do centro de Macapá, Américo Brito, afirmou que a realização dos concursos públicos alavancou os negócios da rede hoteleira do Estado. "Nós vemos com bons olhos a realização desses concursos públicos, que geram uma movimentação muito necessária para a rede hoteleira, garantindo um final de ano bastante positivo para o setor", avaliou.

Assim como na maioria dos hotéis da capital, o estabelecimento de Américo está com todos os seus 80 quartos ocupados - a grande maioria por concurseiros. De acordo com o proprietário, as reservas foram todas preenchidas para as primeiras semanas de dezembro. E quem procurou após o preenchimento de vagas, entrou na lista de espera. "São três semanas seguidas que estamos trabalhando com lotação máxima e, criamos uma lista de espera para as pessoas que ainda devem chegar para os próximos concursos", destacou Brito.

Dados do Ministério do Turismo (MTur) demostram que o Amapá aumentou o número de meios de hospedagem regularizados, após a "Operação Verão Legal", realizada no mês de abril desde ano, em Macapá. Segundo o levantamento, enquanto em março o Estado tinha 11 meios de hospedagem regulares, agora registra 32 empreendimentos em situação regular no Cadastur, sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo.