Copa ainda não consegue animar as empresas

Publicado em 13/06/2018 por Valor Econômico

O desânimo da população brasileira com a Copa do Mundo neste ano já contamina as perspectivas das empresas que poderiam se beneficiar diretamente com a realização dos jogos. A penas 28% dos donos de empresas ou executivos acreditam que aumentarão o faturamento com o evento, sendo que 23% preveem até uma queda nos negócios no período em relação ao que venderiam se não houvesse a Copa do Mundo, talvez por receio das horas perdidas de trabalho nos horários de jogos do Brasil.