Fantaspoa: intensivo de horror e fantasia em Porto Alegre

Publicado em 16/05/2018 por Jornal do Comércio - RS

Tudo começa porque somos cinéfilos, de acordo com João Fleck, curador do Fantaspoa - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, ao lado do colega Nicolas Tonsho. "Queríamos proporcionar às pessoas aquilo que nós gostaríamos de ver em um festival", afirma ele, a respeito de um projeto que chega à sua 14a edição ininterrupta. O evento começa amanhã e segue até 3 de junho. Neste período, uma centena de filmes será exibida - número que inclui cerca de 30 sessões comentadas, com presenças de produtores de horror, ficção científica e fantasia de diversas partes do mundo.
Em 2018, a programação está concentrada na Cinemateca Capitólio Petrobras, mas há atividades como cursos e sessões especiais em outros espaços, como Instituto Goethe (24 de Outubro, 112), Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Andradas, 1.223), Sala Redenção (Eng. Luiz Englert, s/nº) e Santander Cultural (Sete de Setembro, 1.028), além de sessões formativas em escolas.
São quatro homenageados: a brasileira Oldina do Monte, estrela dos títulos do diretor gaúcho Felipe M. Guerra; a belga Elina Löwensohn, recorrente nos filmes de Hal Hartley e com trabalhos com nomes como Spielberg; e os norte-americanos Mick Garris, da série Mestres do horror, e William Lustig, diretor de filmes como O maníaco.
Os temas vão de bruxas e lendas pagãs ( Hagazussa) e robôs gigantes ( BraveStorm) até uma assassina de aluguel ( Madraza), enquanto os elencos incluem desde rostos desconhecidos até nomes como Murilo Benício ( O animal cordial) e Tom Wlaschiha, de Game of Thrones (Berlin falling). O último deles vem à Capital para comentar o filme. "É a primeira vez que trazemos nomes mais estelares", comemora Fleck. "Muita gente vai ao festival por causa das exibições com debate. E é uma possibilidade de assistir filmes em primeira mão", completa ele, citando que, através da repercussão em eventos como este os diretores também ganham exposição para que possam financiar novos projetos.
Além das sessões regulares, o evento da 14ª edição conta com atividades como projeções musicadas: a banda Skrotes vai fazer a trilha, ao vivo, do clássico Nosferatu; já o grupo Quarto Sensorial, em colaboração com F_ck the Zeitgeist, fica encarregada da ambientação sonora de Frankestein, de James Whale. A lista de ações ainda inclui um baile de máscaras inspirado em De olhos bem fechados, uma festa no Cisne Branco, o FantasMercado (direcionado a negócios), oficinas e um nadrugadão na Cinemateca, com exibição de três longas e dois curtas-metragens.
Toda a agenda do Fantaspoa pode ser acessada pelo site www.fantaspoa.com.