Gestão precária das finanças pessoais reflete prosperidade dos negócios

Publicado em 05/10/2018 por Terra

O brasileiro vive uma grande contradição: embora a boa gestão do seu dinheiro seja fundamental para alcançar uma vida financeira equilibrada e conquistar objetivos, não temos o hábito de cuidar das finanças. É isso que mostram os dados do SPC Brasil e CND.

Foto: DINO / DINO

Segundo informações dos dois órgãos, 45% dos brasileiros não controlam as próprias finanças, 59% admitem que sentem dificuldade em cuidar do próprio dinheiro e 57% dos entrevistados têm dificuldade para se planejar financeiramente com antecedência.

A pouca disciplina é o principal motivo (26%), seguido pela falta de tempo (12%) e necessidade de ferramentas e mecanismos de controle (11%). Há ainda aqueles que não veem necessidade em fazer o acompanhamento das finanças (15%) e os que admitem que têm preguiça de fazê-lo (10%).

Naturalmente, esse já é um problema quando acontece na vida pessoal, mas quando a falta de organização e controle chega à esfera organizacional as consequências podem ser ainda piores.

Muitos empreendedores e franqueados vivem a mesma situação: eles acabam levando os desafios das finanças pessoais para os seus negócios. E os motivos costumam ser semelhantes - falta de tempo, disciplina e conhecimento.

Um dos maiores problemas dessa negligência é que, assim como não cuidar das despesas pessoais afasta a pessoa física da estabilidade e de seus objetivos, o descontrole com as finanças da empresa cria um caos que pode levar à falência.

Isso porque, quando não há um acompanhamento adequado dos valores que entram e saem da empresa, se torna praticamente impossível ter um quadro claro da situação do negócio.

Os resultados são catastróficos: o empreendedor pode acabar precificando seus produtos e serviços de forma equivocada, trabalhar com uma margem que não é o suficiente para manter o negócio funcionando, perder a oportunidade de fazer investimentos que impulsionem sua empresa, ou acabar gastando um dinheiro que, na verdade, não tem.

Para evitar que esse tipo de situação aconteça, é fundamental priorizar a gestão das finanças, independente do segmento e do tamanho da organização. É possível fazer isso com alguns passos básicos.

Passo a passo para uma gestão financeira profissional

Apuração e diagnóstico

A primeira etapa de otimização é fazer um estudo profundo para detectar se os dados financeiros atuais correspondem, realmente, à realidade.

Reavaliar custos, preços de fornecedores e outras despesas, assim como os históricos de faturamento mensais, por exemplo, é um ótimo passo para começar a entender o ciclo financeiro da empresa e, eventualmente, até cortar custos.

Escolha da ferramenta e atualização

Sabendo que todas as informações coletadas estão mesmo corretas, é hora de imputadas em um sistema seguro, que diminua as chances de erro e que facilite a próxima etapa: o acompanhamento.

Aqui, a tecnologia pode ser uma forte aliada.

Enquanto ter milhares de cadernos, planilhas e outros formatos de registro analógico pode ser cansativo e facilitar o desencontro de informações, um bom sistema de gestão de franquias permite organizar e centralizar os dados. Isso agiliza o dia a dia do negócio e reduz os erros.

Alguns sistemas de gestão também permitem que tarefas sejam automatizadas, o que aumenta significativamente a produtividade da equipe e pode ajudar o gestor a poupar recursos com a folha de pagamentos.

Acompanhamento e checagem

Com as informações financeiras organizadas, basta fazer o acompanhamento frequente dos dados e atualizá-los sempre que necessário. Essa etapa é fundamental para garantir que eles nunca estejam defasados e os profissionais tenham acesso a informações verídicas e atuais.

A partir dessas informações, será possível entender as tendências do mercado e do negócio, analisar o comportamento do público consumidor e traçar previsões e metas para o futuro. Ações que são essenciais para que qualquer empresa prospere.

Solutto: o sistema ideal para gestão financeira

A dificuldade em encontrar um bom mecanismo de controle de finanças e a dificuldade em fazer cálculos estão entre os principais motivos pelos quais os brasileiros não têm um controle eficiente das finanças. O Solutto resolve este problema.

Com mais de 12 anos de mercado e 500 mil usuários atendidos, o Solutto oferece softwares que profissionalizam a gestão e ajudam empresas a reduzirem seus custos.

Com soluções simples e modulares, o Solutto ajuda empresas a manterem suas finanças centralizadas e organizadas em um ambiente prático e seguro.

Por meio dos painéis do Solutto é possível administrar contas a pagar, faturamento de unidades franqueadas, volume de vendas e faturamento, fluxo de caixa e ainda gerar relatórios e análises gerenciais personalizadas.



Website: https://solutto.com.br

DINO

Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

Website: https://solutto.com.br