Governo tenta vender dívida para o Banco Mundial e economizar R$ 150 milhões

Publicado em 16/04/2018 por A Gazeta - MT

O governo do Estado está em negociação para "vender" a dívida dolarizada que possui com o Bank of América para o Banco Mundial. A operação de crédito permitiria uma economia de R$ 150 milhões, de acordo com o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

Chico Ferreira

Governo tenta vender dívida para o Banco Mundial e economizar R$ 150 milhões

Segundo o secretário, a renegociação está sendo feita "contra o tempo", com o objetivo de solucionar a questão até o mês de setembro, quando vence a próxima parcela semestral da dívida com o Bank of America, no valor de US$ 37 milhões.

"Ainda está em curso. Eu diria que estamos a 50% de renegociar ainda para setembro. Temos outro caminho complicado de 50%, que é o prazo que corre contra nos", disse.

O Estado deve ainda US$ 400 milhões ao Bank of América, a serem pagos em uma prazo de 5 anos, o que totalizaria R$ 1 bilhão. Já a proposta do Banco Mundial é comprar a dívida, com pagamento a ser feito em parcelas mensais, a uma taxa de juros de 1,5% ano, durante 30 anos.

"Essa é a proposta deles. A dívida final fica menor em torno de R$ 150 milhões, pois temos mais cinco anos para pagar o Bank of América. Se nós formos pagar, vamos gastar R$ 1 bilhão. Se renegociarmos, vamos ter economia de R$ 150 milhões", disse Gallo.

De acordo com o secretário, a instituição financeira "gostou" das medidas adotadas pelo Estado, como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Teto de Gastos, que prevê o novo Regime Fiscal para a administração pública - ação que deve facilitar a renegociação.

O que falta para concluir a renegociação, ainda segundo o secretário, é a aprovação da proposta no comitê do banco em Washington, na Secretaria do Tesouro Nacional e no Senado Federal. "Uma das agendas que estou tocando com prioridade máxima", disse.