Inflação em outubro fica em 0,45%, maior para o mês desde 2015

Publicado em 07/11/2018 por Terra

No acumulado de 12 meses, inflação soma 4,56%, acima do centro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 4,50%

Inflação em outubro fica em 0,45%, maior para o mês desde 2015

A taxa de inflação oficial da economia brasileira, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,45% em outubro, após ter avançado 0,48% no último mês.

O resultado foi o mais elevado para o mês desde 2015, quando a taxa subiu 0,82%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 12 meses, a taxa acumulada do IPCA passou de 4,53% para 4,56%, maior que o centro da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 4,50%.

O resultado ficou abaixo da mediana (+0,55%) das previsões, mas dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam uma alta entre 0,42% a 0,63%. A taxa acumulada pela inflação no ano foi de 3,81%.

O acumulado no período de 12 meses é o maior desde março de 2017, quando a inflação somava 4,57%. No entanto, analistas afirmam que a tendência é que o IPCA termine 2018 menor que essa marca, já que em novembro espera-se deflação por causa do alívio esperado nos preços de energia elétrica e gasolina.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente