Melhoram resultados da Ouro Fino Saúde Animal

Publicado em 07/11/2018 por Valor Online

Melhoram resultados da Ouro Fino Saúde Animal

SÃO PAULO  -  A paulista Ouro Fino Saúde Animal, maior indústria veterinária de capital nacional, registrou lucro líquido de R$ 21,8 milhões no terceiro trimestre, mais que o dobro que no mesmo período de 2017 (R$ 9,2 milhões).

Impulsionada pelas vendas no segmento de animais de produção - os medicamentos para bovinos são o carro-chefe do Ouro Fino -, a receita líquida da companhia totalizou R$ 160,4 milhões no terceiro trimestre, incremento de 20,6% em relação aos R$ 130,2 milhões do mesmo intervalo do ano passado.

Em entrevista ao Valor, o diretor financeiro da Ouro Fino, Kleber Gomes, ressaltou que a melhora dos resultados da empresa reflete a continuidade da estratégia de reestruturação iniciada no ano passado, quando as vendas registraram uma reação.

De acordo com ele, a empresa já havia recuperado parte da rentabilidade perdida em 2016 ao longo do ano passado. Neste ano, o ritmo se acelerou. No terceiro trimestre, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado atingiu R$ 42,1 milhões, avanço de 41,3% ante os R$ 29,8 milhões reportados um ano antes. Assim, a margem Ebitda ajustada da Ouro Fino aumentou 3,3 pontos percentuais, passando de 22,9% a 26,2%.

Para os próximos anos, a Ouro Fino aposta na nova fábrica de vacinas construída no complexo da empresa em Cravinhos, município do interior de São Paulo que fica na região de Ribeirão Preto. Segundo Gomes, os primeiros produtos da fábrica devem começar a chegar ao mercado em 2019. Para a Ouro Fino, a unidade significa a entrada do grupo em um mercado que representa mais de 20% das vendas da indústria veterinária no Brasil.