Noiva e amigas morrem em queda de avião após despedida de solteira no Irã

Publicado em 12/03/2018 por A Tarde - BA

Vítimas haviam viajado para comemorar despedida de solteira da filha do empresário - Foto: Reprodução | Instagram
Vítimas haviam viajado para comemorar despedida de solteira da filha do empresário

Um avião particular turco com 11 pessoas a bordo caiu neste domingo, 11, no Irã, quando voltava a Istambul com a filha de um empresário e um grupo de amigas que retornavam dos Emirados Árabes Unidos, onde realizaram a despedida de solteira da primeira.

Autoridades turcas e iranianas informaram que o avião transportava oito passageiros e três tripulantes quando caiu, no sul do Irã, durante o trajeto entre Sharjah e Istambul.

Todos os tripulantes, incluindo duas pilotos, eram mulheres. Ninguém a bordo sobreviveu. Elas voltam de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Segundo a imprensa turca, entre os oito passageiros estavam Mina Basaran, filha de 28 anos de um importante executivo turco, e sete amigas que haviam viajado para comemorar seu casamento.

O Bombardier Challenger 604 pertencia à empresa do pai de Mina, Basaran Holding, informou a imprensa turca sobre o empresário, que tem negócios nos setores energético, de construção e turístico.

Por enquanto se desconhecem as causas do acidente, ocorrido em uma região montanhosa muito remota no sul do Irã, na região do monte Helen, uma zona natural protegida nas montanhas Zagros.

No Irã, a televisão estatal indicou que o aparelho caiu em uma zona montanhosa da província de Chahar Mahall Bajtiari, mais de 400 km ao sul de Teerã. O acidente ocorreu às 18h45 locais (12h15 em Brasília), informou a agência oficial iraniana.

O avião desapareceu dos radares depois de "que a piloto pediu para baixar de altitude", declarou um representante da Organização da Aviação Civil Iraniana (OIAC), citado pela agência Tasnim.

Segundo o jornal Hurriyet, a comandante da aeronave era uma ex-piloto de avião de caça do exército turco. O chefe de operações de resgate da Cruz Vermelha iraniana, Morteza Salimi, declarou que "dois helicópteros" seriam enviados nesta segunda-feira "para buscar restos do avião e os corpos" - descartando, assim, que haja sobreviventes.

As caixas-pretas do avião foram localizadas e serão enviadas às autoridades turcas, de acordo com a agência Irna. 

Os corpos devem ser transportados nesta segunda-feira até o aeroporto de Shahr-eKord, capital da província de ShaharMahall-Bajtiari, região da tragédia.