Promotores dos EUA acusam ex-executivos da PdVSA por corrupção na Venezuela

Publicado em 13/02/2018 por IstoÉ

Promotores dos Estados Unidos apresentaram na segunda-feira acusações contra cinco ex-executivos da Venezuela, como parte de uma investigação mais ampla sobre subornos na estatal Petroleos de Venezuela (PdVSA). Os cinco eram conhecidos como "equipe de gerenciamento" e conspiraram para pedir propinas de vendedores em troca de apoio para fechar negócios com a empresa, segundo a acusação.

Eles foram acusados de lavar dinheiro e ocultar os frutos do esquema em uma série de complexas transações financeiras internacionais, segundo a promotoria americana. Os detalhes foram revelados após um dos acusados, Cesar Rincón, comparecer a um tribunal federal em Houston após sua extradição da Espanha, disseram os promotores. Três outros, disseram os promotores, seguem sob custódia na Espanha à espera de extradição e um quinto acusado está foragido.

Os advogados de todos não puderam ser identificados por enquanto. As acusações incluem pelo menos um quesito de lavagem de dinheiro e conspiração. Os promotores também disseram que apresentaram acusações contra 15 pessoas, em meio às investigações em andamento da PdVSA. Dez dessas pessoas admitiram ser culpadas, segundo as autoridades americanas. Fonte: Dow Jones Newswires.