Santos ganha espaço voltado para o empreendedorismo

Publicado em 12/10/2017 por DCI

11/10/2017 - 05h00

Santos ganha espaço voltado para o empreendedorismo

Segundo estimativa, o espaço que funciona como uma espécie de Poupatempo para abertura de empresas, realizará cerca de cinco mil atendimentos por mês

São Paulo - A cidade de Santos está fomentando o empreendedorismo para os munícipes. Para isso, lançou na sexta-feira (6), o inédito Espaço do Empreendedor que integra serviços de orientação, crédito e licenciamento de empresas.

O espaço, que funciona como uma espécie de Poupatempo, presta diversos serviços em um mesmo local para o empreendedor da região. Esse é o primeiro espaço voltado somente para essa finalidade na cidade, onde todos os serviços necessários para abrir uma empresa, estão integrados em um só lugar.

O atendimento começa na Sala do Empreendedor, administrada pela prefeitura, onde os empresários e futuros empresários recebem diversas orientações sobre a viabilidade do seu negócio, desde os encargos para tal, até o local ideal para ser instalado o escritório.

Após formalizado o pedido para abertura de uma empresa, nesse sala, todas as documentações que deveriam ser levadas pelo empresário pessoalmente para a Receita Federal, prefeitura e para a Junta Comercial, agora podem ser feitas de maneira on-line.

Isso passa a ser possível por meio do Módulo Estadual de Licenciamento Via Rápido Empresa, que deve entrar em operação no espaço em 60 dias. A plataforma digital vai operar em parceria com o Governo do Estado e a Junta Comercial do Estado de São Paulo. Segundo o chefe do Departamento de Empreendedorismo e Emprego, da Secretaria de Assuntos Portuários, Indústria e Comércio, Ronaldo Ferreira Silva, a plataforma garante um serviço rápido e muito menos burocrático para se abrir uma empresa. "Isso é uma ferramenta para desburocratização da atividade empresarial. Através dessa plataforma, o munícipe dispara todos os documentos necessários on-line e, após análise, a Receita faz a expedição do CNPJ, o municipio dá o alvará de licencia e também o documento para a aquisição do AVCB" . Para ele, outro fator importante é a economia de tempo e papel. "Estimamos, quando implantado, que a plataforma conceda alvarás em 48 horas, para atividades de baixo risco, que não envolvam impactos ambientais e periculosidade, como indústrias, por exemplo". Hoje, a média é de quatro dias úteis após a documentação completa, para que se consiga autorização para abrir empresas de baixo risco, como lojas e escritórios.

Outro serviço disponível no espaço consiste em uma agência do Sebrae, que orientará os empreendedores a gerirem seus negócios, com a elaboração de planos de empreendedorismo. Além disso, para quem precisa de um suporte financeiro para começar ou para continuar com seu negócio, pode no mesmo local, ter acesso a uma agência do Banco do Povo.

Aliado a isso, houve também a assinatura do Microcrédito Criativo, que vai emprestar de R$ 200 a R$ 3 mil para pessoa física e de R$ 200 a R$ 7.500 para pessoa jurídica. Basta apresentar documentos pessoais, o comprovante de residência e de renda, mais os documentos do fiador, com comprovante de rendimentos. Caso não tenha comprovante de renda, o interessado deve pedir apoio ao Sebrae para elaborar o plano de negócio e depois apresentá-lo ao Banco do Povo

Ferreira estima que o espaço receba cerca de 5 mil atendidos por mês. "Santos hoje é a 10ª melhor do estado para investimentos. Nossa estrutura portuária demanda a abertura de novos negócios. Por isso é preciso facilidade para empreender rapidamente.

Beatriz Boturão

Assuntos relacionados:

negócios