Startup brasileira lança comedouro inteligente

Publicado em 08/08/2018 por Correio Braziliense Online

Tecnologia 100% nacional facilita a vida dos tutores, que podem controlar, por aplicativo de celular, a liberação de ração em tempo real. Eles também conseguem visualizar o animal durante a refeição

Comida controlada: comedouro libera o alimento quando tutor aciona o app Crédito: Divulgação Comida controlada: comedouro libera o alimento quando tutor aciona o app Crédito: Divulgação

Quem passa o dia fora de casa sabe como é difícil controlar a alimentação do cão ou do gato. Com medo de que fiquem com fome ao longo do dia, muitos tutores deixam comida em excesso o que pode levar ao desenvolvimento da obesidade. Pensando nessa dificuldade, uma startup brasileira desenvolveu um comedouro inteligente, que pode ser acionado a distância. 

O comedouro, que funciona conectado a uma rede sem fio, tem capacidade para até 2kg de ração. O alimento é liberado em tempo real, de qualquer lugar, ou de acordo com os horários pré-programados pelo usuário no aplicativo, que funciona em celulares Android e iOS. Para quem quer matar a saudade do animal de estimação durante o dia e acompanhar ele se alimentando, a PlayPet oferece, ainda, uma câmera, fruto de uma parceria com a Intelbras, com imagens ao vivo que podem ser acompanhadas pelo aplicativo.

PlayPet 11

PlayPet 11“Além de ser uma novidade no mercado brasileiro, tivemos muito cuidado com a escolha dos materiais utilizados na fabricação, tudo para termos um produto adequado para acondicionar alimentos. A parte dos componentes eletrônicos também é muito avançada, tudo para garantir a excelência do produto e a segurança para os pets. Desenvolvemos parcerias com indústrias e startups para o lançamento de novos produtos. Assim, buscamos sempre aquelas que possuem ótimos padrões de qualidade”, comenta Rafael Souza, empreendedor e engenheiro eletricista que desenvolveu o produto. Aliás, quem o inspirou foi Boss, seu cachorrinho. Com dificuldade para manter a rotina de alimentação do pet, Rafael teve a ideia do produto.

“Além de ser uma novidade no mercado brasileiro, tivemos muito cuidado com a escolha dos materiais utilizados na fabricação, tudo para termos um produto adequado para acondicionar alimentos. A parte dos componentes eletrônicos também é muito avançada, tudo para garantir a excelência do produto e a segurança para os pets. Desenvolvemos parcerias com indústrias e startups para o lançamento de novos produtos. Assim, buscamos sempre aquelas que possuem ótimos padrões de qualidade”, comenta Rafael Souza, empreendedor e engenheiro eletricista que desenvolveu o produto. Aliás, quem o inspirou foi Boss, seu cachorrinho. Com dificuldade para manter a rotina de alimentação do pet, Rafael teve a ideia do produto.

Segundo ele, atualmente, o aplicativo é responsável por servir mais de 1ookg de ração por dia aos usuários cadastrados. Por mês, são quase 3 toneladas. Rafael conta que a startup, batizada de PlayPet, lançará novos produtos inteligentes em breve. “Estamos preparados para facilitar ainda mais a vida de quem ama cachorros e gatos. Estamos desenvolvendo várias soluções que têm tudo para continuar revolucionando o mercado.”

O preço do comedouro, porém, ainda é bastante alto: R$ 500.