Vale do Rio Pardo define projetos para votação na Consulta Popular

Publicado em 13/06/2018 por Portal R7

A assembleia aconteceu na terça-feira em Santa Cruz do Sul Crédito: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

A assembleia aconteceu na terça-feira em Santa Cruz do Sul Crédito: Bruno Pedry / Gazeta do Sul / CP

Correio do Povo - Cidades

O Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP) definiu nessa terça-feira, durante a assembleia em Santa Cruz do Sul, os projetos que irão compor a cédula de votação da Consulta Popular, nos dias 26, 27 e 28 de junho, e o rateio dos recursos que virão para a região em 2019. As demandas contemplam as áreas de agricultura, segurança, saúde, educação e turismo. A assembleia definiu pela inclusão de dez projetos que contemplam os mais votados nos encontros municipais e defendidos nas microrregionais realizadas anteriormente. Ficou definido que os cinco mais votados serão contemplados com valor igual de 20% dos R$ 2.902.629,78 que a região terá disponível. O encontro contou com a participação do coordenador estadual da Consulta Popular, Teonas Baumhardt, que destacou a grande participação dos delegados durante a assembleia. A partir de agora, a coordenação estadual terá dois dias para homologar a cédula de votação. O presidente do Corede Vale do Rio Pardo, Heitor Álvaro Petry, destaca que, uma vez definidos os projetos e áreas, além do índice que cada projeto vai ter, agora é o momento da mobilização regional. “Cabe a cada município mobilizar o máximo de pessoas possível para que consigamos atingir um bom índice de votação”, aponta Petry. Ele destaca que a meta será desempenhar um bom papel na Consulta Popular, a exemplo do ano passado, quando a região foi a segunda maior em votação em relação aos 28 Coredes do Estado.