Yellen, do Fed, reitera que prevê alta gradual dos juros

Publicado em 14/11/2017 por A Tarde - BA

A presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Janet Yellen, reafirmou nesta terça-feira o compromisso da instituição por um aperto gradual na política monetária, ao descartar a possibilidade de uma elevação abrupta dos juros. Yellen falou durante evento no Banco Central Europeu (BCE) sobre comunicação da política monetária, em Frankfurt, e enfatizou a importância para os agentes do mercado de saber exatamente o rumo dos bancos centrais.

"Toda diretriz deve ser condicional à perspectiva para a economia", lembrou Yellen, notando também que o rumo apropriado para a política monetária depende das expectativas do mercado.

Em sua fala, a presidente do Fed lembrou que, em anos recentes, a comunicação divulgada pelo Fed chegou a mostrar que os dirigentes previam mais elevações de juros do que aquelas que de fato se concretizaram. Por um lado, isso frustrou as expectativas, mas Yellen defendeu a condução da política no período, diante do ambiente nos EUA e nos mercados globais. Se por um lado as projeções que não se concretizam podem causar frustração no mercado, ainda assim é interessante divulgá-las para dar maior clareza sobre o pensamento do comando do BC, na avaliação dela.

Yellen ainda reafirmou em sua fala o compromisso com o mandato do Fed de inflação em 2% com o máximo nível de emprego possível. Além disso, reforçou o gradualismo na normalização da política monetária.