Aliado de Bolsonaro, Medeiros aprova aumento salarial aos ministros do STF

Publicado em 08/11/2018 por A Gazeta - MT

Aliado de primeira hora do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o senador mato-grossense José Medeiros (Pode), eleito deputado federal no pleito deste ano, votou a favor do aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A medida poderá gerar um efeito cascata de R$ 6 bilhões de gastos públicos para o próximo governo e já tinha sido criticada por Bolsonaro que diante da possibilidade do reajuste afirmou não ser o momento para conceder o aumento salarial aos ministros.

 

Medeiros, que no dia da apuração dos votos no 2º turno estava na casa de Bolsonaro no Rio de Janeiro, tentou explicar nas redes sociais, sua posição totalmente incoerente com o posicionamento do presidente eleito.

 

"Achei uma boa troca. Acabou o auxílio moradia. Veja que o aumento, mais dia menos dia, haveria que ser concedido. Seria cumulativo com auxílio", postou ele no Twitter. A argumentação não convenceu muita gente e Medeiros já está sendo chamado de "traidor".

 

Usuários da rede social usada por Medeiros estão rebatendo o senador. "Não sei o que é pior, o voto ou a justificativa", comentou um internauta. O site O Antagonista fez uma nota sobre o assunto que classificou como "O papelão de José Medeiros".