Aproveite as opções do feriado de quarta-feira gastando pouco

Publicado em 14/11/2017 por Correio Braziliense Online

Marcelo Calil/Divulgação
Be Bel é um dos idealizadores do projeto Som de Pretu, do Coletivo do Quadrado

O ano de 2017 tem sido intenso para quem gosta de aproveitar os feriados. Principalmente o mês de novembro, que acumula três. E, quarta-feira (15/11), tem mais um, o Dia da Proclamação da República. Com tantos dias de folga fica difícil curtir o período sem gastar muito dinheiro. Pensando nisso, o Diversão & Arte apresenta uma seleção de eventos para você sair de casa gastando pouco .

Mês da consciência negra
Dentro da programação do mês da consciência negra, o projeto Som de Pretu, criado pelo Coletivo do Quadrado, chega nesta terça-feira (14/11) à terceira edição, no Teatro Sesc Garagem (913 Sul) com entrada a R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). A iniciativa surgiu em 2015 com o objetivo de promover o protagonismo dos artistas negros do Distrito Federal. "No Coletivo do Quadrado temos algumas bandeiras e o Som de Pretu é uma delas. Nossa ideia era criar uma festa que pudesse mostrar os artistas da cidade, porque muitas vezes parece que não há espaço em Brasília para os negros, se não for algo na periferia", analisa Be Bel, integrante do Coletivo do Quadrado e uma das atrações do Som de Pretu.

Poeta e músico, o show de Be Bel será uma espécie de aquecimento para os próximos projetos do artista que, ainda neste mês, lançará dois álbuns autorais. "Num momento difícil do mundo e do país, é importante dar espaço aos pequenos guetos. A escolha dos convidados tem tudo a ver com isso. Um dos objetivos era unir estilos diferentes, mas que falam da mesma coisa", afirma Be Bel. Além do idealizador, a noite terá apresentações do grupo Contém Dendê, formado por Anne Caroline Vasconcellos, Bruna Tassy, Fernanda Jacob, Fernanda Pinheiro, Larissa Umaytá, Letícia Fialho e Sam Defor; Samba de Marola, que promove uma roda às segundas na Praça Central do Conic; e participações especiais dos rappers GOG e Nat Afonso. Não recomendado para menores de 14 anos.

Também como parte da programação do mês da consciência negra, a capital recebe a partir de quarta-feira (15/11) o espetáculo Agô - Samba e ancestralidade, no Teatro da Caixa Cultural (SBS, Qd. 4, Lt. 3/4). A abertura será a partir das 18h, com palestras de Nei Lopes. O compositor e pesquisador se apresenta a partir das 20h. A programação segue até dia 20. Entrada a R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 18 anos.

Noite de concertos

Dois concertos animam a programação pré-feriado em Brasília. O primeiro deles é dedicado às canções que fizeram parte de trilhas sonoras clássicas da sétima arte no evento Uma noite no cinema , nesta terça-feira (14/11), às 19h30, no Centro Cultural Sesi (QNF 24, AE, Taguatinga Norte). As canções serão executadas pela Orquestra Jovem do Sesi-DF sob comando do maestro Leonardo Gomes.

Entre as faixas que estarão no show estão as músicas A thousand years, de Christina Perri ( Crepúsculo), Twist and sout, dos Beatles ( Curtindo a vida adoidado), e a Marcha imperial, de John Williams ( Star wars). A entrada é franca e classificação indicativa, livre. Os ingressos devem ser retirados na bilheteria do Centro Cultural Sesi.

 
Bruno Veiga/Divulgação
Nei Lopes abre a programação do Agô - Samba e ancestralidade, no Teatro da Caixa
 

O outro concerto da noite integra a programação da sétima edição do festival Música na estrada, que chega a Brasília a partir desta terça-feira (14/11) com programação até o dia 23, com apresentações musicais e espetáculos teatrais. A capital federal é a segunda cidade a receber o projeto, que passará ainda por mais cinco locais no Brasil.

Com programação gratuita, o lançamento no DF é a partir das 20h, com concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro sob regência do maestro convidado Miguel Campos Neto, no Cine Brasília (106/107 Sul). No programa da apresentação estarão Debussy, Morais, Thilloy e Tchaikovsky. Classificação indicativa livre.

Opções de festas

A partir desta quarta-feira (15/11), a exposição Teleport city - A arte como veículo do tempo, da arquiteta brasiliense Gabriela Bilá, estará aberta para visitação no Museu Nacional da República (Esplanada dos Ministérios) propondo a locomoção por meio do teletransporte. Antes, nesta terça-feira (14/11), a partir das 20h, o Museu recebe a festa de abertura da mostra. Aberto ao público de forma gratuita, a festa de lançamento terá uma execução da trilha sonora do Teleport city, criada pelo Confronto Sound System no set dos DJs MYMK, El Roquer, Rami e Fabio Matafora.

Sony Music/Divulgação
Henrique & Diego lança o disco De braços abertos
Outra balada que agita a capital é a edição de um ano da Batekoo, que será terça-feira (14/11), a partir das 22h, no O'Beco Undergroungd (QI 16, Lt. 12/14, Taguatinga). A festa terá como temática o mês da consciência negra, com shows de Alkebulan (Vibe 'n' Chill), Foxxy (Kill The Hipsters), JLZ, Sapo (Boom Bap), Selektha Joy e Ah Tyrone (Furacão 3000). Antecipado, os ingressos custam R$ 10. Na hora, R$ 15 (até 1h) e R$ 20 (após). Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Não recomendado para menores de 18 anos.


Programe-se

Como nem sempre dá para sair gastando pouco, confira a seguir mais opções de eventos que agitam a capital entre terça e quarta-feiras, que merecem destaque.

Henrique & Diego
Sony Music/Divulgação
Henrique & Diego lança o disco De braços abertos
 
A dupla Henrique & Diego traz a Brasília a turnê do álbum De braços abertos, que tem canções como Raspão e Suíte 14. O show será hoje, a partir das 22h, na Bamboa Brasil (SHIP). A noite terá ainda os brasilienses Henrique & Ruan. Ingressos a R$ 30 (frente palco) e R$ 50 (camarote). Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 16 anos.


Samba Du Carvalho
A primeira edição do evento será quarta (15/11), a partir das 16h, no Círculo Operário do Cruzeiro. A roda de samba terá comando de Sílvio Carvalho, do Sururu na Roda, com participação dos músicos Breno Alves, Valério Gabriel, Luiz Jambeiro, Serginho, Almílcar Paré e Pedro Molusco. O samba ainda terá a presença de Moacyr Luz apadrinhando a roda. Entrada a R$ 25 (antecipado) e R$ 30 (na hora). Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 14 anos.


Baiano sou eu
Já em clima de carnaval, a festa Baiano sou eu tem a edição Exclusive hoje, a partir das 22h, no salão nobre da Asbac (SCES, Tc. 2, Lt. 1). O evento terá shows do Bloco Santo Pecado, do cantor Thiago Nascimento e discotecagem do DJ Kacá, além das participações de Henrique & Ruan e grupo Di Propósito. Ingressos a R$ 30 (mulheres) e R$ 40 (homens). Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 14 anos.


My house
O projeto de música eletrônica My house chega à segunda edição de 2017 com festa hoje, às 22h, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental). A balada tem como atração principal o norte-americano Lee Foss. Completam a noite os Djs Soldera, Fractall, Simple Jack, Kubi, Beep Dee e Baskhar. Ingressos a R$ 50 (meia, primeiro lote e com direito a copo). Não recomendado para menores de 18 anos.


Tributo a Led Zeppelin
Banda formada por Adriano Faquini (vocal), Kiko Peres (guitarra), André Benedetti (baixo), Ticho Lavenere (bateria) e Bruno Wambier (teclado) prepara homenagem ao grupo Led Zeppelin hoje, às 21h, no Teatro dos Bancários (314/315 Sul). Ingresso R$ 40 (meia) e R$ 80 (inteira). Não recomendado para menores de 14 anos.


All that jazz
O projeto conta com Gustavo Vasconcellos (bateria), Hatoldinho Matos (guitarra) e Bemol (voz, baixo e violão) tocando standards do jazz e clássicos do blues e do rock. Apresentação é hoje, às 21h,30, no Figueira da Villa (Acampamento DFL, Rua 1, Lt. 2, Vila Planalto). Couvert artístico: R$ 20.


Grupo Aroeira
A banda se apresenta amanhã, às 21h, com choro, samba, bossa e forró no repertório, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental). Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3224-0599.