Casa do Cantador sedia encontros com violeiros caipiras

Publicado em 12/10/2017 por Brasília Agora

Artigos relacionados

A Casa do Cantador de Ceilândia receberá 17 violeiros caipiras, divididos em quatro encontros, de 21 de outubro a 8 de dezembro. O primeiro show contará com artistas como a dupla Zé Mulato e Cassiano.

As contratações fazem parte do Chamamento Público nº 14 da Secretaria de Cultura, cujo resultado foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal de segunda-feira (9).

Cada dupla, trio, grupo ou solista receberá R$ 9 mil por apresentação, que deverá durar de 40 a 60 minutos.

De acordo com o diretor da Casa do Cantador, Chico de Assis, por ser um pontão de cultura, o local recebe todo tipo de manifestação cultural, mas prioriza-se o fortalecimento de culturas tradicionais.

Ele conta que espetáculos de violeiros caipiras costumam lotar a Casa do Cantador, o que motivou a abertura de edital específico. "Temos abraçado esse segmento, que se sente em casa aqui no nosso espaço."

Segundo Assis, a comunidade de violeiros caipiras de Brasília tem pelo menos 200 músicos, entre amadores e profissionais.

Contratações na Casa do Cantador por meio de chamamento público

Só neste ano, a Casa do Cantador fez 87 contratações por meio de chamamento público. Foram 50 trios de forro pé de serra, 20 duplas de repentistas e agora os 17 violeiros caipiras.

O edital do Chamamento Público nº 14 previa 18 vagas, mas, de acordo com a Secretaria de Cultura, um dos selecionados foi desclassificado na hora de entregar a documentação.

Violeiros caipiras na Casa do Cantador
QNN 32, Área Especial, Ceilândia Sul
Sempre às 19 horas
Entrada franca
(61) 3378-5067

21 de outubro (sábado)
Zé Mulato e Cassiano
Reinaldo Cordeiro
Jacarandá e Braúna
Idelbrando e Barcellus
Dyego e Gustavo

9 de novembro (quinta-feira) - aniversário de 31 anos da Casa do Cantador
Cacai Nunes
Volmi Batista
Vanderley e Valtecy
Ânderes e Fernandes

26 de novembro (domingo)
Roberto Corrêa
Ênio Lima e Gustavo Neto
Thiago Henrique
Sinval Gomes e Diamantino

8 de dezembro (sexta-feira)
Aparício Ribeiro
Macedo e Mariano
Karen Parreira
Moisés Mozer e Luiz Borges

 

 

(Agência Brasília)