Defensoria propõe ação contra município em caso de paciente que morreu de overdose

Publicado em 08/11/2018 por Minerva - O Diário

08/11/2018 | Cidade / Cidade

Defensoria propõe ação contra município em caso de paciente que morreu de overdose

Secretaria de Saúde não internou cidadão após intimação judicial

Defensoria propõe ação contra município em caso de paciente que morreu de overdose

O defensor público, Fábio Esposto
Tininho Junior

Ampliar foto

A Defensoria Pública ajuizou ação de indenização por danos morais contra o município de Barretos pelo fato da secretaria municipal de Saúde não ter internado um cidadão após intimação judicial para assim proceder e a morte do mesmo por overdose. O defensor Fábio Esposto informou que a demanda foi ajuizada em favor da viúva e de dois filhos portadores de deficiências mentais que são interditados.

"A situação é absurda, pois se a secretaria municipal de Saúde tivesse cumprido seu dever e internado o cidadão, após a intimação em 24 de maio de 2017, ele não teria morrido, pois o tratamento tem duração de no mínimo seis meses, de modo que na data de sua morte (15 de julho de 2017) ele estaria em tratamento", afirmou. O defensor requereu  também o envio de ofício ao prefeito para providências administrativas quanto à conduta da secretaria de Saúde e para a Polícia Civil "a fim de que envie aos autos cópia do inquérito policial instaurado após provocação da família no qual se apura eventual prática de crime".

OUTRO LADO

A secretaria de Saúde informou, por meio da assessoria de imprensa, que não foi notificada da ação e que irá se posicionar no momento oportuno.


79155

79155