Jader encaminha pedido para construção de unidades de programa de habitação

Publicado em 08/11/2018 por Diário do Pará Online

O senador Jader Barbalho (MDB) quer contribuir para melhorar a vida de mais 896 famílias inscritas no Programa Minha Casa Minha Vida em Belém. A expectativa para a construção dos conjuntos Residencial Morar Outeiro (400 unidades habitacionais) e Conjunto Habitacional Parque Guajará 1 (496 unidades), ambos na capital paraense, encheram de esperança os futuros moradores, que sonhavam em adquirir sua casa própria.

Os dois empreendimentos foram selecionados em novembro de 2017. No entanto, problemas na documentação apresentada à Caixa Econômica Federal - principal financiadora do programa - impediram que a obra tivesse início e frustraram os sonhos das famílias. Atendendo a um apelo feito pelo vereador Emerson Sampaio, do Partido Progressista de Belém, que abraçou a causa das famílias que apostaram em uma vida melhor a partir da casa própria, Jader Barbalho decidiu apoiar a luta pela moradia de milhares de pessoas que acreditavam na construção dos dois novos empreendimentos do Programa.

OFÍCIOS

De posse dos ofícios 082 e 083, assinados pelo vereador, encaminhados em outubro deste ano ao seu gabinete em Brasília, narrando as dificuldades burocráticas encontradas para dar prosseguimento à construção dos dois empreendimentos residenciais anteriores, Jader encaminhou ao ministro das Cidades, Alexandre Baldy, solicitação para que sejam revistas novas propostas que contemplem as mesmas famílias inscritas anteriormente, mas em novos empreendimentos.

"Precisamos levar em conta o crescente déficit habitacional do nosso Estado, sobretudo o que assola nossa capital. Belém tem altíssimos índices de submoradias, aqueles locais precários onde vivem crianças sujeitas a todo tipo de perigo e de contaminação por doenças causadas pela falta de saneamento e pela falta de água tratada. São essas graves questões que nos levam a apelar para que não se perca a fonte de financiamento da casa própria para mais de 3.500 pessoas", ressaltou o senador, ao fazer o encaminhamento da proposta apresentada pelo vereador Emerson Sampaio.

O Minha Casa Minha Vida foi lançado em março de 2009 pelo Governo Federal em parceria com estados, municípios, empresas e entidades sem fins lucrativos para permitir o acesso à casa própria para famílias de renda baixa e média.

O Programa é ligado à Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, que coordena a concessão de benefícios junto à Caixa, o Banco do Brasil, governos e entidades locais. Além dos benefícios para quem quer adquirir um imóvel, estimulou a indústria da construção, gerando emprego e renda e um incremento para o comércio, aumentando a oferta de imóveis à venda.

(Luiza Mello/Diário do Pará)