Mulherio das Letras: escritoras de todo o Brasil se reúnem na Paraíba

Publicado em 12/10/2017 por Jornal da Paraíba


Mulherio das Letras: escritoras de todo o Brasil se reúnem na Paraíba

Encontro vai contar com rodas de conversa, lançamentos e intervenções artísticas.




Divulgação
Divulgação
Vencedora do Jabuti, Maria Valéria Rezende é uma das organizadoras do encontro

A cidade de João Pessoa vai receber centenas de mulheres de todo o Brasil ligadas à literatura em um evento que começa nesta quinta-feira (12). Trata-se do primeiro encontro nacional do movimento Mulherio das Letras, que vai contar com rodas de conversa sobre literatura e mercado editorial, lançamentos de livros, intervenções artísticas e saraus. O evento segue até o dia 15.


O Mulherio vai unir escritoras, dramaturgas, tradutoras, ilustradoras, pesquisadoras e outras profissionais ligadas às letras . O evento é organizado de maneira coletiva. "Após uma reunião improvisada com um grupo de mulheres em Paraty, durante a FLIP 2016, o Mulherio das Letras escolheu João Pessoa para fazer este encontro nacional, e ele revelou-se possível através da co-realização com a Secretaria de Cultura da Paraíba, a ONG Porta do Sol e a Universidade Federal da Paraíba", contou a escritora Maria Valéria Rezende, uma das organizadoras do encontro.


Segundo Maria Valéria Rezende, o Mulherio das Letras será um momento para o fortalecimento, troca de experiências, geração de projetos e parcerias entre as mulheres que produzem e promovem a literatura no Brasil. O encontro terá um estilo inovador, não adotando o modelo padrão de festivais ou feira, como os que se multiplicam pelo país há alguns anos. "A ideia mesmo é de um grande encontro entre nós, com exposição de livros, rodas de diálogo, saraus, partilha de conhecimentos", ressaltou a escritora . O Mulherio das Letras contará também com espetáculos teatrais e uma livraria, que venderá ao público os livros das participantes.

A abertura do encontro acontece às 17h desta quinta-feira na Fundação Casa de José Américo, na Praia do Cabo Branco. No entanto, a programação, que pode ser conferida por completo no site do evento, também se estende por outros locais, como Espaço Cultural José Lins do Rêgo e Usina Cultural Energisa. 

"O Mulherio das Letras é um movimento que já existe desde a atuação  de todas e de cada uma dessas mulheres no universo das letras, que agora se encontram para discutir ideias  e definir novos rumos", afirma Valeska Asfora, coordenadora da ONG Porta do Sol e uma das co-realizadoras do encontro em João Pessoa.