Novo prefeito exonera comissionados e decreta estado de emergência em Lagoa

Publicado em 12/01/2018 por Jornal da Paraíba

Novo prefeito exonera comissionados e decreta estado de emergência em Lagoa

Gilbertinho Leite tomou na Câmara Municipal um dia após a renúncia de Toinho Alípio.




Gilbertinho Leite foi empossado em solenidade na Câmara de Vereadores de Lagoa

Após assumir nesta sexta-feira (12) o cargo de prefeito municipal de Lagoa, no Sertão da Paraíba, Gilbertinho Leite (MDB) anunciou a exoneração de todos os detentores cargos comissionados e a decretação de Situação de Emergência em virtude da seca. O emedebista foi empossado no cargo, um dia após a renúncia do ex-prefeito Toinho Alípio (PSB).

A Prefeitura de Lagoa tem 54 cargos comissionados, sendo a maioria ocupada por secretários, diretores e chefes de departamentos. "Diante da crise econômica, vamos enxugar o máximo a folha de pessoal para garantir o pagamento em dia dos servidores públicos municipais e os investimentos em saúde, educação e demais áreas sociais", explicou Geraldinho.

Apoio da Câmara

O ex-prefeito Toinho Alípio renunciou ao cargo por conta da crise econômica, que afeta os municípios, e da falta de apoio político. Gilbertinho Leite (MDB), por sua vez, já tratou de garantir o respaldo da maioria da Câmara Municipal

"Dos nove vereadores de Lagoa, nós temos garantido o apoio de oito. E nós próximos dias, certamente teremos o apoio do nono vereador e das lideranças políticas da cidade. Vamos trabalhar todos unidos pelo desenvolvimento do município ", ressaltou o novo prefeito.