É possível praticar sustentabilidade no Carnaval

Publicado em 19/02/2019 por Seguro Viagem

O Carnaval é a data mais esperada do ano, porém, muitos foliões ainda não se conscientizaram e continuam sujando as vias públicas. Sem contar nos viajantes que acabam por deixar seus lixos nas areias das praias, entre outros locais.

Porém, com os meios de se praticar a sustentabilidade cada vez mais divulgados, os brasileiros podem contribuir com o planeta. Pelo Brasil são muitas as ações de preservação ao meio ambiente, inclusive ligadas diretamente com o Carnaval.

Para não ficarmos em dívida com a natureza, existem muitas alternativas sustentáveis para ajudar a mudar o planeta para melhor. E para os foliões, ou pessoas que querem aproveitar os dias de folga viajando, existem várias formas de praticar sustentabilidade no Carnaval. Veja algumas!

anetinha.jpg

Carnaval sustentável é realidade e todos devem fazer a sua parte

São muitas as ações de preservação ao meio ambiente, com diferentes alternativas sustentáveis que todos podem praticar. Entre as atitudes para o Carnaval, sustentavelmente ecológicas, podemos citar:

1. Embalagens plásticas

Ao curtir a folia, é bastante comum o uso de garrafinhas plásticas de água, bem como de copos descartáveis. A minoria dos foliões costuma carregar uma garrafa de inox, pois a maioria alega ser mais prático comprar as de plástico para se hidratar, descartando-a em seguida. Essa maioria deve fazer o descarte correto, na lixeira de material reciclável. Isso é válido também para o canudo, caso seja uma necessidade o seu uso.

2. Viagem sustentável

Nem todos querem aproveitar a folia do Carnaval, preferindo viajar para relaxar, especialmente, entre a natureza. A viagem sustentável é uma modalidade que cresceu muito no país e são muitos os destinos de ecoturismo no Brasil. Porém, é importante que o viajante já saia do destino com a responsabilidade de cuidar do meio ambiente. Para ser um viajante responsável, é importante também reservar hospedagens e outras empresas com políticas sustentáveis. Além disso, o visitante pode optar por realizar seus passeios a pé, de transporte público ou bicicleta.  

3. Produção individual

Para aqueles que querem curtir a folia, é preciso se conscientizar ao se produzir, independente do local da curtição. São várias as marcas de maquiagem que oferecem glitter biodegradável, que são menos nocivos ao meio ambiente. Além dele, existem diferentes opções para usar confetes e serpentinas sustentáveis, ou seja, feitos de folhas secas. Estes são feitos de material biodegradável, já que é natural.

4. Lixo

alixo.jpg

A via é pública sim, mas isso não significa que as pessoas possam simplesmente descartar seus lixos por aí. Embora seja algo que todos aprendem na infância, muitos ainda têm o costume de descartar seu próprio lixo em praças, ruas, praias, entre outros locais. Em 2018 o G1 publicou uma matéria, informando que foram recolhidas 400 toneladas de lixo, após o desfile de 246 blocos do dia 11 a 14/02/2018. No Carnaval, essa atitude aumenta, consideravelmente, especialmente nas areias das praias. Os municípios estão investindo cada vez mais em lixeiras espalhadas pela cidade especialmente nos, locais em que ocorrem as folias.

5. Fantasia customizada

Essa é uma opção que está sendo muito aceita há alguns anos, sendo popularizada no Brasil, especialmente no Carnaval. Quem não quer repetir o traje, pode customizá-lo e improvisar, utilizando materiais sustentáveis. Outra opção é realizar a troca de peças com outras pessoas.

Essas dicas podem contribuir com o planeta e são fáceis de seguir por qualquer folião. Juntos, podemos tornar o Carnaval mais sustentável!

Por: Andreia Silveira, do SeguroViagem.org.