Putin discursa em congresso da Fifa: "Esporte está além da política"

Publicado em 13/06/2018 por Yahoo Brasil

Moscou, 13 jun (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta quarta-feira que o futebol está à margem da política ao discursar no 68º congresso da Fifa, realizado em Moscou um dia antes da partida de abertura da Copa do Mundo, entre a seleção anfitriã e a Arábia Saudita.

"A Rússia sempre se manteve fiel a esta ideia, o esporte está além da política. O esporte tem um grande potencial para construir coisas boas para a humanidade", disse Putin, que, antes de discursar, deu um abraço no presidente da Fifa, Gianni Infantino.

O líder russo destacou que a Copa é uma boa ocasião para que centenas de milhares de torcedores conheçam o país e as suas tradições, vejam que a Rússia é aberta e façam amigos. "Todos, russos e estrangeiros, querem viver em paz", afirmou.

Por enquanto, os Governos de vários países, entre eles Reino Unido, Dinamarca, Polônia, Austrália e Islândia, anunciaram boicote à abertura da Copa e que não enviarão representantes à Rússia durante o torneio.

Putin não comentou o assunto e preferiu dizer o caminho percorrido pelo país desde que foi escolhido sede do Mundial, há sete anos, e a agradeceu à Fifa o apoio dado, principalmente pelo dirigente da federação, Gianni Infantino.

"Infantino assumiu a presidência da Fifa em um momento complicado, mas exerceu as suas funções com dignidade, como um autêntico lutador", elogiou o presidente da Rússia, que mantinha estreita amizade com o ex-presidente da organização Joseph Blatter.

Putin destacou ainda que os russos aguardavam ansiosos por várias gerações a oportunidade de sediar o maior evento de futebol do mundo e disse que deseja que a Copa seja uma página inesquecível para jogadores e torcedores.

"Queremos oferecer a todos a máxima comodidade e emoções irrepetíveis", declarou o líder, que garantiu estar confiantes que os turistas que estão na Rússia para a realização do Mundial vão querer voltar ao país. EFE