Sem Lula em pesquisa Datafolha, Bolsonaro e Marina Silva empatam

Publicado em 16/04/2018 por Jornal do Comércio - RS

Na primeira pesquisa de intenções de voto realizada após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), realizada pelo Datafolha entre os dias 11 e 13 de abril, a ausência do petista dá fôlego a Marina Silva (Rede), que chega ao empate técnico com o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL).
O instituto de pesquisas traçou nove cenários na corrida presidencial, seis deles sem a presença do ex-presidente. Nesses, Bolsonaro lidera, com 17%, e a ex-ministra do Meio Ambiente oscila entre 15% e 16%.
Em todos os cenários sem o ex-presidente Lula, Ciro Gomes (PDT) alcança 9% das intenções de voto, empatado tecnicamente com o ex-governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), que varia de 7% a 8%, e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (PSB), que oscila entre 9% e 10%.
Já o presidente Michel Temer (PMDB), que revelou o desejo de concorrer à reeleição, aparece na mostra com apenas 2% das intenções de voto, e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, que deixou o PSD e migrou para o PMDB, não passa de 1% das intenções de voto.
Na ausência de Lula como candidato do PT, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad registra 2% das intenções de voto, e o ex-governador da
Bahia Jaques Wagner tem 1%. Outros candidatos de esquerda que poderiam substituir Lula também registram desempenho pífio na atual pesquisa. Manuela dÁvila (PCdoB) atinge 2%, e Guilherme Boulos (PSOL) chega a apenas 1%.
A nova pesquisa Datafolha teve como base 4.194 entrevistas em 227 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob número BR-08510/2018.