Embrapa abre inscrições para 9º Dia de Campo

Publicado em 12/04/2019 por Mato Grosso Mais

Estão abertas as inscrições para o 9º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária promovido pela parceria entre Embrapa Agrossilvipastoril e Senar-MT. Assim como a oitava edição, neste ano o evento será realizado em dois dias, com a mesma programação se repetindo neles. As datas escolhidas foram 9 e 10 de maio.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas antecipadamente pelo site www.embrapa.br/agrossilvipastoril. Ao preencher o formulário é preciso escolher o dia em que ira acompanhar o evento. No caso de caravanas de estudantes e de produtores, a comissão organizadora solicita que entrem em contato pelo e-mail agrossilvipastoril.eventos@embrapa.br antes de efetuarem as inscrições.
Este dia de campo é o maior evento de transferência de tecnologia promovido pela Embrapa em Mato Grosso. Realizado anualmente, esta nona edição marcará a comemoração dos 10 anos da criação da Embrapa Agrossilvipastoril.
Programação
O dia de campo seguirá o mesmo formato das últimas edições, com o público sendo dividido em quatro grupos que percorrem um circuito de quatro estações de campo, com 40 minutos de duração em cada uma delas.
Após o fim da rodada, em que todos passam por todas as estações, haverá um quinto tempo, em que os participantes poderão escolher uma entre outras quatro estações disponíveis, ou ainda retornar para tirar dúvidas que restarem de algum conteúdo visto anteriormente.
Na primeira estação a pesquisador da Embrapa Soja Marco Antonio Nogueira falará sobre fixação biológica de nitrogênio, abordando a inoculação de braquiária e milho com Azospirillum. Na segunda o pesquisador da Embrapa Agrossilvipastoril Flávio Wruck apresentará o Sistema Gravataí, um consórcio forrageiro de safrinhaformado por braquiária e feijão-caupi destinado ao pastejo do boi safrinha em sistemas ILP. Os benefícios e gargalos da tecnologia também serão abordados.
Em outra estação a experiência do produtor rural será destaque. O produtor de leite e proprietário da Estância Vanda (Paranaíta-MT), Nivaldo Michetti falará sobre o uso da integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) em pequenas propriedades.
A quarta estação do circuito principal abordará a pecuária de precisão, com a Balpass, uma ferramenta de pesagem inteligente do gado desenvolvida pela Embrapa em parceria com a Coimma. Além de explicar o funcionamento da balança, Gustavo Trivelin, da Coimma,  demonstrará seu uso para os participantes.
Estações alternativas
Após o fim do giro pelo circuito principal, haverá um último momento com as chamadas estações satélites, na qual cada pessoa pode escolher aquela que mais lhe interessa.
Em uma das estações satélites os pesquisadores Rafael Pitta, da Embrapa Agrossilvipastoril, e Fátima Rampelotti, da UFMT, abordarão o manejo de resistência de pragas nas lavouras de soja, milho e algodão em Mato Grosso. Além de apresentar resultados do monitoramento de resistência, eles mostrarão como produtores e técnicos podem contribuir com a pesquisa.
Em outra estação os professores da UFMT Arthr Behling e Onã Freddi mostrarão as opções promissoras de consórcios forrageiros de safrinha, tanto para pastejo em sistema ILP, quanto para cobertura, melhoria dos atributos do solo e formação de palhada em sistema de plantio direto na palha.
No campo agrostológico, a equipe do Grupo de Estudos em Pecuária Integrada (Gepi) da UFMT apresentará as características das forrageiras desenvolvidas pela Embrapa e que estão disponíveis para pecuaristas de Mato Grosso.
A última opção de estação satélite abordará a produção de energia a partir do eucalipto. Os pesquisadores da Embrapa Floresta Marina Morales e da Embrapa Agrossilvipastoril Maurel Behling apresentarão resultados de pesquisas e poderão tirar as dúvidas dos participantes.