Após confusão, Twitter promete corrigir problema que baniu usuários

Publicado em 13/06/2018 por Info Exame

Pessoas com celulares diante de projeção do logo do Twitter

São Paulo – Com a implementação da GDPR, lei de proteção de dados pessoais da União Europeia, o Twitter baniu usuários que se cadastraram no microblogue antes de ter completado 13 anos de idade–mesmo que eles fossem mais velhos quando a legislação entrou em vigor, no final de maio deste ano. A empresa agora se comprometeu a resolver o problema, que não esperava ocorrer.

O CEO Jack Dorsey escreveu no Twitter que houve registros de banimentos que causaram uma confusão, mas que trabalham em uma solução.

Ainda assim, como indica o Engadget, é possível que as pessoas percam parte do seu histórico de tuítes, caso eles tenham sido publicados antes de terem 13 anos de idade.

A GDPR causou uma grande quantidade de alterações em serviços online e aplicativos porque implica multa que pode ser alta o suficiente para tirar o lucro de empresas de tecnologia. Por conta disso, muitas companhias descontinuaram seus produtos digitais e precisaram recorrer a alternativas ou sair do mercado. Entre as mudanças da legislação da União Europeia, que têm potencial para atingir empresas de todo o mundo globalizado, estão a restrição de idade e o consentimento explícito de uso de dados de usuários para fins não previamente acordados.

Uma cópia em português da legislação geral de proteção de dados da União Europeia pode ser encontrada neste link.