Denúncias sobre gestão Piffero são enviadas para comissão do Inter

Publicado em 08/11/2018 por Correio do Povo

Processo pode terminar com a expulsão do ex-presidente e de outros dirigentes

Denúncias sobre gestão Piffero são enviadas para comissão do Inter | Foto: Guilherme Testa / CP Memória

O processo que pode acabar com a expulsão de Vitorio Piffero, Pedro Affatato, Alexandre Limeira e Emídio Marques Ferreira do quadro social do Inter está andando. Nesta semana, a ouvidora geral do clube, Najla Diniz, enviou as quatro denúncias contra os ex-dirigentes para a comissão de ética, que deverá nomear na próxima semana um relator - ou um para cada denúncia - que apurará quais artigos do Estatuto colorado foram infringidos e, depois, elaborará um relatório.

Os quatro ex-dirigentes devem, uma vez mais, receber a oportunidade de falar na comissão de ética, garantindo assim o direito à ampla defesa.

Piffero, Affatato, Limeira e Emídio foram condenados, há três semanas, com base na Lei do Profut, a dez anos de inelegibilidade em qualquer instituição esportiva brasileira pelo Conselho Deliberativo por gestão temerária ou irregular.

A tendência é que o caso dos quatro ex-dirigentes tenha um desfecho ainda em 2018 ou, no máximo, no começo de 2019.