Governo não atende exigências e servidores do Detran ameaçam greve

Publicado em 14/09/2018 por Diário do Pará Online

Após audiência de conciliação realizada na manhã desta sexta-feira (14), no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA), servidores do Departamento de Trânsito do Pará (Detran-PA) anunciaram que vão realizar nova assembleia na próxima semana para decidir se entram ou não em greve.

"Nossa audiência foi frustrada, disseram que não podem atender as exigências mínimas como o pedido de realização de concurso e a recuperação da estrutura do Detran. A justificativa é que estão em período eleitoral", disse Élison Oliveira, presidente do Sindtran (Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Pará).

Pautas

O sindicato exige: investimentos no órgão, tanto da capital quanto do interior do estado para diminuir o sucateamento; o fim da terceirização; e a realização de um novo concurso público que preencha cerca de 800 cargos vagos existentes.

"Trabalhamos em um ambiente insalubre e sabemos que o Estado tem capacidade de atender os pedidos mínimos, mas claramente o serviço público não é prioridade na gestão do atual governo", reiterou Oliveira.

Agendas

No dia 24 de setembro, o sindicato deve decidir se vai ou não grevar por tempo determinado, no período de 27 de setembro a 05 de outubro. De acordo com o presidente do sindicato, a possibilidade é grande para que isso aconteça.

Antes disso, no dia 20 deste mês, será feito um ato público em frente o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) na tentativa de pressionar e agilizar a apuração das denúncias contra o Detran feita pelos próprios servidores.

(DOL)