Ibovespa zera perdas com Fibria; cautela com política continua

Publicado em 06/12/2017 por Valor Online

SÃO PAULO - O Ibovespa esboça uma tentativa de recuperação após as quedas recentes, com o movimento de forte alta da Fibria. Às 11h17, o Ibovespa subia 0,10%, aos 72.621 pontos. Analistas ponderam, entretanto, que o mercado ainda segue cauteloso com a reforma da Previdência e que o tema ainda deve trazer volatilidade conforme a bolsa ganhe tração ao longo do dia, a exemplo do desempenho dos últimos dias. Fibria avançava 5,82% e Petrobras PN (+0,72%). Vale ON (-0,78%) em dia de forte recuo do minério de ferro. Entre os ganhos do momento e nos destaques de liquidez, também se recuperavam as ações do Banco do Brasil (+0,55%), enquanto a Suzano ON acompanhava o dia positivo para o setor e avança 4,77%. "A Fibria anunciou ontem seus investimentos no ano que vem e sinalizou otimismo com a demanda da China, depois de uma sequência de aumento de preços este ano. A visão do investidor é muito positiva para a empresa neste momento", afirma Pedro Galdi, analista de investimentos da corretora Magliano. Mais cedo, relatório do BTG Pactual sobre a empresa sugeriu aumento de exposição do investidor aos papéis da companhia, argumentando que o cenário para ela vai melhorar nos próximos trimestres - a recomendação do banco às ações já é de compra.