Novo governo propõe orçamento de R$ 19,6 bilhões

Publicado em 03/12/2018 por A Gazeta - MT

A equipe do governador eleito Mauro Mendes (DEM) já entregou ao governador Pedro Taques (PSDB) as suas contribuições no Projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA 2019). Com poucas alterações, a nova LOA foi protocolada na Casa Civil na ultima quinta-feira (29) e deverá ser encaminhada à Assembleia Legislativa nesta terça-feira (4).  

 

Leia também - Folha salarial dos servidores terá aumento de R$ 320 milhões em 2019

 

O valor proposto por Mauro Mendes é que o orçamento do Estado seja estimado em R$ 19,6 bilhões, assim como as despesas fixadas no mesmo valor. A proposta é pouco abaixo da que foi apresentada por Taques, de R$ 19,7 bilhões.   

 

Deste valor, R$ 16,6 bilhões ficarão com o Poder Executivo e R$ 2,9 bilhões serão divididos entre o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e Defensoria Pública.   

 

O orçamento dos Poderes que deverá ser a grande polêmica do debate entre os deputados. Isso porque os chefes dos Poderes já se reuniram com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), solicitando 10% a mais no duodécimo que estava previsto para 2019 na LOA apresentada pela atual gestão. O aumento foi requerido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso e Ministério Público Estadual, totalizando R$ 182 milhões a mais no valor inicial. A proposta de LOA apresentada pela equipe de Mendes também contém os recursos do Fethab 2.