Yahoo

Publicado em 12/07/2018 por Yahoo Brasil

Finanças

Folhapress

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que o Estado volte a pagar pensão a duas filhas solteiras de servidores públicos federais já mortos.As duas mulheres entraram com mandados de segurança no Supremo contra uma determinação do TCU (Tribunal de Contas da União) de suspender o pagamento da pensão a filhas de servidores públicos, solteiras e maiores de 21 anos, em casos em que havia suspeita de irregularidades.Mulheres nessas condições adquiriram esse benefício após a morte de seus pais com base em uma lei de 1958. ...