André Moura diz que Governo ofereceu Deso para privatização

Publicado em 14/11/2017 por Jornal da Cidade - Sergipe

Foto: Divulgação

O deputado federal André Moura (PSC), líder do presidente Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional, afirmou que o governo de Jackson Barreto (PMDB) ofereceu a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) para ser inserida no rol das empresas de abastecimento que poderiam ser privatizadas. "O Governo do Estado tenta passar uma informação distorcida para a opinião pública, como se a privatização fosse uma determinação do Governo Federal; e não ɔ, disse o parlamentar, ontem, durante entrevista para o programa de rádio "Jornal da Fan", com George Magalhães.

 

Conforme o JORNAL DA CIDADE acompanha, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já iniciou o procedimento de estudos técnicos especializados visando à estruturação de projetos para privatizar a Deso - conforme edital publicado em meados de março para contratar o serviço para a análise em questão.

 

De acordo com André Moura, o Governo do Estado distorce a informação sobre essa privatização da Deso ao sinalizar que a medida vem sendo adotada pelo Governo Federal. "Eu já conversei sobre isso com o Paulo Rabelo de Castro (presidente do BNDES, e, inclusive, filiado do PSC) e disse que só coloca no rol de privatizações aquilo que as companhias, os Governos dos Estados, estão oferecendo. E a Deso foi oferecida pelo Governo de Sergipe sim", assegurou.

 

André Moura explicou que o BNDES não aponta e diz que quer privatizar. "O Estado que ofereceu, e o BNDES faz todo o estudo técnico de viabilidade de privatização. Não é o BNDES que 'mete a mão' na Deso e leva para dentro para ser privatizada. Vale lembrar que é o Governo do Estado que oferece a Deso para privatização ao BNDES", destacou.

 

Ainda na entrevista, o líder de Temer registrou que o processo de análise da possibilidade de privatizar a Deso foi iniciado. "Não sei exatamente como está o andamento. Mas, foi 'startado'", pontuou. Além disso, André Moura comentou que o problema da Deso é que ela é "mal administrada".

 

"O problema da Deso não é que ela seja rentável. O problema é que ela é mal administrada, mal gerenciada. A Deso não deve ser privatizada porque ainda gera lucro para o Estado. Não gera da maneira que ela é gerenciada", frisou André Moura, insistindo na informação de que o Governo federal não determina a privatização da Companhia.

 

Privatizações

Além disso, o deputado federal André Moura expôs o posicionamento do governo Michel Temer referente às privatizações. "Sempre foram meta do Governo, principalmente, daquilo que não é rentável para a União. Nós temos uma máquina governamental da União muito grande e pesada, onde a própria modernidade de gestão pública não permite mais isso", afirmou.

 

Na entrevista, André garantiu que o Governo Federal não vai leiloar ou privatizar aquilo que é rentável, que ainda "dá lucro". "Mas aquilo que dá prejuízo, o Governo vai privatizar. É a maneira de você diminuir a máquina, de dinamizar mais a máquina pública", analisou.