Inspiradas em histórias de pacientes com câncer de mama, esculturas marcam intervenção urbana em Belém

Publicado em 01/10/2020 por Gaby Comunicação

Para comemorar o outubro rosa, mês de conscientização para o controle do câncer de mama, Belém expõe peças do projeto Inspiração Pink, que homenageia pessoas acometidas pela doença

AMAMA2.jpg 

Dar visibilidade a histórias de superação de diversas pessoas que convivem com câncer de mama, levar informação sobre a doença, romper paradigmas e acolher pacientes que lidam com metástase. Esses fazem parte dos objetivos da exposição Inspiração Pink, realizada em Belém durante o mês de conscientização para o controle da doença, outubro.

Em oito cidades do país, 23 esculturas de torsos que representam mulheres e um homem em tratamento serão apresentadas. A exposição faz parte da programação do Coletivo Pink, em parceria com diversas associações de pacientes.

Na capital paraense, entre os lugares que homenagearão o outubro rosa está o Boulevard Shopping. O empreendimento trará a obra criada em inspiração à história de Josiane Pereira Damasceno, diagnosticada com câncer de mama no ano de 2016. “Durante todo o ano, nós parecemos invisíveis, aí se dá a importância do projeto. As pessoas querem ouvir histórias de cura, mas como você não curou parece uma paciente que não deu certo e isso dói porque é como se tivéssemos o diagnóstico duas vezes. Eu estou aqui, bem e viva. As pessoas precisam entender que a minha história também é bonita, mesmo não tendo essa cura”, declara. “Hoje em dia, eu busco a cura da minha alma, das minhas relações”, diz ela.   

A peça, um torso, que, a partir da sensibilidade artística, narra a história da personagem, conta com 1,70m de altura e já está disponível para visitação, no 3º piso do empreendimento. “O Boulevard sempre esteve atento e anda lado a lado com ações que reafirmam o nosso compromisso com o bem estar de todos. Essa é mais uma ação que comprova isso. Para nós, é uma felicidade fazer parte da ação e dar visibilidade ao projeto, que é lindo e enriquecedor”, diz Cristina Oliveira, gerente de marketing do Boulevard Shopping.

Além da obra, para conhecer mais sobre a trajetória de cada paciente, existe um QR Code disposto nas esculturas, basta apontar a câmera do celular.

Artistas

Os torsos são criados por 15 artistas plásticas, são elas: Nina Pandolfo, Rizza, Ju Violeta, Patrícia Carparelli, Clara Leff, Minhau, Stella Nanni, Linoca, Pri Barbosa, Rafa Mon, Stefany Lima, Leticia Maia, Erika Chichkanoff, Associação Laramara, coletivo de artistas com deficiência visual, e Didu Losso, curador da exposição, ao lado de Camila Alves, que também assina a mostra.

Serviço:

Exposição Coletivo Rosa

Durante todo o mês de outubro

Hora: das 10h às 22h

Local: Boulevard Shopping, localizado na avenida Visconde de Souza Franco, nº776