Uma pergunta, de profundidade filosófica, fez a BASF mudar sua estratégia e foco nos negócios no Brasil e no mundo

Publicado em 06/12/2018 por Notícias Agrícolas

Uma pergunta, de profundidade filosófica, fez a BASF mudar sua estratégia e foco nos negócios no Brasil e no mundo
O que VOCÊ vai deixar para seus filhos e netos? Como você será lembrado pelas futuras gerações? Depois do sucesso, o que ficará? Essas perguntas incômodas, mas motivadoras, mudaram Marcelo Batistela, e a sua empresa, a gigante BASF. Acompanhe a entrevista.
O diretor de marketing da BASF, Marcelo Batistela, conversou com o Notícias Agrícolas a respeito do futuro do agronegócio, no sentido de que os produtores devem deixar um legado para as futuras gerações.
Para ele, esse legado não deve ser apenas o solo, mas também a cabeça, o conceito e a visão que os produtores têm da atividade.
Batistela destaca que o agronegócio é uma atividade nobre, já que permite alimentar e vestir o mundo. Os valores construídos ao longo do tempo, a passagem do conhecimento e a melhora deste ao longo dos anos. "Tem que ter o orgulho de fazer parte de uma atividade que beneficia mais o outro do que você individualmente", disse Batistela.
Os conceitos de honestidade e de caráter devem ser passados adiante. Uma empresa como a BASF, por exemplo, tem o compromisso de combinar tecnologias e entender qual é o desafio e como ele será transposto.