Gasolina a R$ 3? Não se empolgue! Posto clandestino foi fechado e o dono, preso

Publicado em 30/11/2017 por Paraná Online

Uma denúncia levou policiais civis a uma espécie de posto de combustíveis clandestino no bairro Campo de Santana, em Curitiba, na tarde desta quarta-feira (29). O homem apontado como dono do local tentou subornar os policiais e acabou detido também por este crime. Foram apreendidos cerca de 170 litros de gasolina.

A informação passada aos policias foi que o homem abastecia o carro dos clientes que já eram acostumados a passar pessoalmente no posto clandestino e ainda fazia entrega de gasolina a domicílio. Aos investigadores, o homem contou que comprava a gasolina em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Ele revelou que o produto era fornecido para ele por motoristas de uma grande marca de combustível. O litro era comprado por R$ 2,50 e revendido por R$ 3. A polícia investiga agora se a venda do combustível para o homem era feita de forma ilegal.

Foto: Polícia Civil do Paraná

Foto: Polícia Civil do Paraná

Suborno

Segundo a polícia, quando percebeu que seria preso, o homem ofereceu R$ 1 mil para escapar. O que ele não imaginava é que seria gravado. Depois de entregar R$ 130 para a equipe, dizendo que iria ao banco sacar o restante, foi autuado por corrupção ativa.

No local, além do combustível, que estava distribuído em galões de 20 litros e outro de 50, foram apreendidos 90 galões vazios. O homem foi detido e encaminhado ao 13º DP (Distrito Policial) junto com a esposa e dois homens que foram ao local para abastecer o carro. Os três conduzidos prestaram depoimento e foram liberados.

Conforme a polícia, o dono do posto clandestino vai responder por corrupção ativa, tentativa de suborno, crime contra a ordem econômica (por adquirir, distribuir e revender derivados de petróleo) e crime contra o meio ambiente (por causar poluição por resíduos sólidos, líquidos, gasosos ou detritos).